Topo

Salvador


Bell alfineta artistas com trio sem corda: 'acham que atrai mais público'

Felipe Pinheiro

Do UOL, em Salvador

26/02/2017 17h16

Bell Marques, que saiu com seu trio neste domingo (26) em Salvador, falou sobre a crise que tirou blocos tradicionais da folia baiana e defendeu um carnaval com e sem cordas.

"A crise chegou no Brasil, mas a sensação é que estamos passando por ela. Obviamente, afeta muito o entretenimento porque é a primeira coisa que a pessoa corta. Os artistas e blocos mais estruturados e preparados para esse evento acabaram se dando bem assim como foram com os meus blocos", disse.

O ex-Chiclete, que atrai uma multidão por onde passa, afirma que, talvez, seja demagogia artistas defenderem o fim das cordas. Ao mesmo tempo, ele reflete sobre o que há de implícito nesse discurso:

"Talvez ele não tenha a oportunidade de tocar num bloco grande e que lhe dê esse retorno que eu tenho - e ter dentro do bloco uma corda que eu tenho. Talvez, então, esteja falando uma verdade. Quando diz que tem que ser sem corda, é porque ele acha mais confortável. Ele acha que atrai mais público. Mas como eu, particularmente, não tenho esse problema, tenho do lado de dentro e de fora, eu quero que todos me acompanhem porque eu adoro essa pipoca".

Saudades do Chiclete

Bell, que deixou seu Chiclete com Banana em 2014 para seguir carreira solo, sente a ausência do grupo pelo qual ficou conhecido.

"Eles fazem falta para mim e eu para eles. Sinto muita falta deles. Ficamos juntos mais de 30 anos e é uma história muito viva ainda em nossas vidas", declarou.