PUBLICIDADE
Topo

Estação Espacial Internacional capta imagens de sedes da Copa do Mundo 2018

Do UOL, em São Paulo

14/06/2018 15h52

A cerca de 400 quilômetros do solo, a Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês) sobrevoa a Terra a cerca de 27 mil quilômetros por hora. Lá do alto, o laboratório flutuante captou imagens das 12 sedes da Copa do Mundo 2018, que iniciou nesta quarta-feira (14).

As imagens foram feitas pelos satélites Pléiades, operado pela Airbus Defence  and  Space. Além de Moscou, que é a única cidade a ter dois estádios, a bola também vai rolar em São Petersburgo, Kazan, Sochi, Volgogrado, Rostov do Don, Ecaterimburgo, Kaliningrado, Nijni Novgorod, Samara e Saransk.

Os estádios Lujniki (Moscou) e São Petersburgo são os que mais receberão partidas --sete, no total.

Veja também:

Lujniki, que foi palco da abertura, também receberá a final no dia 15 de julho. Esse estádio localizado em Moscou foi inaugurado em 1956 com o nome de Lenin.

Com 109 metros de comprimento por 51 metros de largura (quase o tamanho de um campo de futebol), a ISS levou cerca de 13 anos para ser montada em órbita (1998 – 2011). E, lá do espaço, seus tripulantes desenvolvem diversos programas espaciais sob o comando de agências dos Estados Unidos, Europa, Japão, Rússia e Canadá.