PUBLICIDADE
Topo

Meio pássaro e meio dinossauro: fóssil ajuda reconstruir elo entre espécies

O Ichthyornis dispar era muito semelhante a uma ave marinha, mas com os dentes afiados de um dinossauro  - Michael Hanson/Yale University
O Ichthyornis dispar era muito semelhante a uma ave marinha, mas com os dentes afiados de um dinossauro Imagem: Michael Hanson/Yale University

Do UOL, em São Paulo

02/05/2018 18h57

Pesquisadores do Reino Unido e dos Estados Unidos encontraram novos fósseis de um Ichthyornis dispar, uma ave dentada que representa a transição dos dinossauros para os pássaros modernos. A descoberta favoreceu a reconstrução tridimensional do crânio da espécie, que viveu entre 66 e 100 milhões de anos atrás na América do Norte.

Apesar de muito semelhante a uma ave marinha, o Ichthyornis ainda mantinha dentes afiados e curvos de um dinossauro, segundo um artigo publicado nesta quarta-feira (2) na revista científica Nature. 

"Eram muito parecidos com uma gaivota ou uma andorinha-do-mar", comparou Michael Hanson, um dos autores do estudo, que também é pesquisador da Universidade do Yale. "Os dentes provavelmente não eram visíveis a menos que a boca estivesse aberta, porque eram cobertos por algum tipo de tecido extrabucal semelhante a um lábio."

Leia também: 

Em formato de pinça, seu bico era bastante prolongado, cobertos de dentes e com chifres no final da mandíbula. "Na sua origem, o bico era um mecanismo de precisão que servia como um substituto para as mãos transformadas em asas", explicou o paleontólogo Bhart-Anjan Bhullar, que também colaborou com a pesquisa.

Mas, que no decorreu da evolução, se transformou em um instrumento afiado, sem dentes e "semelhante a uma pinça" - original das aves atuais. 

A espécie foi descrita pela literatura científica pela primeira vez em 1870 pelo paleontólogo americano Othniel Marsh. Mas um acervo da Universidade de Yale, nos Estados Unidos, com novos fósseis bem preservados --e ainda não estudados-- ajudou os pesquisadores a compreenderem um pouco mais sobre o processo evolutivo das aves.

"A história da evolução das aves, o grupo de vertebrados mais rico, é uma das mais importantes de toda a história. Afinal, quando surgiram, ainda era o tempo dos dinossauros", afirmou Bhullar. Segundo ele, o estudo reforça as teorias de que as aves teriam surgido de alguns tipos de dinossauros.

E essa transição não se limitou ao bico. Por meio de técnicas modernas de tomografia computadorizada, os cientistas descobriram também que, apesar de ter um cérebro semelhante aos pássaros modernos, a região temporal do crânio do Ichthyornis era bem mais parecida com a de um dinossauro.