PUBLICIDADE
Topo

China adia aprovação de pedido de IPO da Ant, dizem fontes

13/10/2020 12h07

HONG KONG/PEQUIM (Reuters) - Autoridades chinesas estão investigando potencial conflito de interesse no planejado IPO do grupo financeiro Ant Group, que deve movimentar 35 bilhões de dólares, o que deve adiar a aprovação para a operação, que deve ser a maior oferta inicial de ações já realizada, disseram três fontes com conhecimento direto do assunto.

A Comissão Regulatória de Valores da China (CSRC) avalia o papel da Alipay, plataforma de pagamentos da Ant, como único canal pelo qual investidores de varejo poderão comprar quotas em cinco fundos mútuos chineses que estão investindo no IPO, afirmaram as fontes à Reuters.

O arranjo deixou de lado bancos e corretoras, que costumam ser a rota tradicional para que investidores de varejo ingressem em fundos. Mais de 10 milhões de investidores de varejo colocaram dinheiro nos cinco fundos quando foram lançados em setembro.

A CSRC afirmou em diretrizes válidas a partir de 1 de outubro que os distribuidores de fundos mútuos deveriam evitar conflito de interesse com a venda de produtos relacionados a outros negócios deles.

As fontes afirmaram que é improvável que a investigação prejudique o IPO, embora não tenha ficado claro qual pode ser o resultado.

A Ant esperava aprovação da CSRC no mês passado e agora reduziu a janela para o IPO antes da eleição norte-americana de 3 de novembro, que tem potencial para trazer incertezas para os mercados globais.

Representantes da Ant e da CSRC não comentaram o assunto.

(Por Kane Wu e Samuel Shen)

((Tradução Redação São Paulo, 55 11 56447753)) REUTERS AAJ ES