PUBLICIDADE
Topo

Moto G82 ou Xiaomi Redmi Note 11S: qual é o melhor por menos de R$ 3 mil?

Moto G82 (esq.) x Redmi Note 11S (dir.) - Divulgação/Tilt
Moto G82 (esq.) x Redmi Note 11S (dir.) Imagem: Divulgação/Tilt

Rodrigo Lara

Colaboração para Tilt, em São Paulo

28/06/2022 04h00Atualizada em 28/06/2022 13h21

Disputas entre celulares intermediários são verdadeiras "brigas de foice no escuro". A meta, claro, é sempre oferecer o máximo de recursos possível sem que isso signifique extrapolar em um ponto no qual esse segmento é bastante sensível: o preço.

Tanto o recém-lançado Motorola Moto G82 5G quanto o não tão novo assim Xiaomi Redmi Note 11S pulam de cabeça nessa difícil missão. O mais interessante aqui é que ambos são aparelhos bem parecidos, inclusive no preço de lançamento: R$ 2.999.

A dúvida que fica aqui é: em qual dos dois casos os R$ 3 mil gastos se revertem em mais benefícios? Abaixo comparamos as fichas técnicas dos dois e tentamos responder a essa questão.

Moto G82 5G

  • Altura: 160,9 mm
  • Largura: 74,5 mm
  • Espessura: 8 mm
  • Peso: 173 g

Redmi Note 11S

  • Altura: 159,9 mm
  • Largura: 73,9 mm
  • Espessura: 8,1 mm
  • Peso: 179 g

Com medidas tão equivalentes e construção similar, com carcaça plástica e traseira revestida do mesmo material, a aparência seria a melhor forma de diferenciar os aparelhos, certo?

Mais ou menos. Isso porque tanto o Motorola quanto o Xiaomi usam conceitos similares, como a câmera de selfie ocupando apenas um ponto na tela e o acabamento brilhoso na traseira.

De maneira geral, o Moto G82 têm linhas mais arredondadas o que, ao menos em tese, faria a sua mão ficar mais "encaixada" ao segurá-lo. O Xiaomi, por sua vez, tem recortes levemente mais quadrados.

Na traseira, uma diferença perceptível é que o nicho de câmeras do Redmi Note 11S se destaca mais, enquanto o do Moto G82 fica mais "camuflado". Aqui, é uma questão de gosto pessoal.

Ah, algo importante: optando por qualquer um deles, é bom deixá-los longe da água. Isso porque nenhum dos dois tem resistência a mergulhos, apenas a poeira e a respingos.

VEREDITO: empate.

Moto G82 5G

  • pOLED 6,6 polegadas (16,76 cm)
  • Resolução Full HD+ de 1.080 x 2.400 pixels
  • Taxa de atualização: 120 Hz

Redmi Note 11S

  • Amoled de 6,43 polegadas (16,33 cm)
  • Resolução Full HD+ de 1.080 x 2.400 pixels
  • Taxa de atualização: 90 Hz

Aqui começam as diferenças mais perceptíveis. A tela maior do Motorola, além de agradar quem curte display grande, também torna as bordas na frente do aparelho menos perceptíveis do que o visto no Xiaomi. E isso faz dele um aparelho com a "frente" mais bonita.

A principal diferença nesse quesito, porém, você não verá no tamanho — adequado para assistir a vídeos e jogar —, mas sim na tecnologia.

Ainda que a construção dos displays seja similar, a taxa de atualização maior do Motorola significa que tudo que for mostrado nele terá uma movimentação mais suave do que o visto no Xiaomi.

Assim, se você curte assistir a vídeos ou jogar no celular, é provável que, em termos visuais, curta mais usar o Motorola para isso.

VEREDITO: vitória do Moto G82 5G.

Moto G82 5G

  • Capacidade: 5.000 mAh

Redmi Note 11S

  • Capacidade: 5.000 mAh

Os dois têm baterias com boa capacidade, que já virou padrão no segmento: 5.000 mAh. É um indicativo de que você poderá usar qualquer um deles por mais de um dia sem recarga uma vez que a bateria esteja cheia.

Um problema que os donos desses aparelhos não terão é a falta de carregador: os dois trazem adaptadores de tomada na caixa. E são modelos de recarga rápida, sendo o do Motorola um de 30 W e o do Xiaomi um de 33 W.

VEREDITO: empate.

Moto G82 5G

  • Traseira: grande angular de 50 MP, ultra-angular de 8 MP e macro de 2 MP
  • Frontal: grande angular de 16 MP

Redmi Note 11S

  • Traseira: grande angular de 108 MP, ultra-angular de 8 MP, macro de 2 MP e sensor de profundidade de 2 MP
  • Frontal: grande angular de 16 MP

Principal

Os celulares trazem uma configuração de câmera tripla na traseira. O tipo de sensor indica que, independentemente da sua escolha, você terá nas mãos um aparelho mais voltado para fotos de média e curta distância. E que, provavelmente, não deixará você na mão nesse quesito.

Aqui, a vantagem fica com o Xiaomi por oferecer uma lente grande angular com mais do que o dobro de megapixels e também por ter um sensor de profundidade dedicado, o que tende a gerar fotos com o fundo desfocado de melhor qualidade.

VEREDITO: vitória do Xiaomi Redmi Note 11S.

Selfie

O empate na contagem de megapixels dá a tônica aqui. O Motorola tem um conjunto com um obturador de maior abertura, o que implica que você poderá ter melhores resultados com ele naquelas fotos com pouca luz.

A diferença, porém, não é grande e suficiente para que ele vença o rival nesse quesito.

VEREDITO: empate.

Moto G82 5G

  • Processador: Qualcomm SM6375 Snapdragon 695 5G (octa-core, 2,2 GHz)
  • Memória RAM: 6 GB
  • Armazenamento: 128 GB (expansível com cartão microSD)

Redmi Note 11S

  • Processador: Mediatek Helio G96 (octa-core, 2,05 GHz)
  • Memória RAM: 6 GB
  • Armazenamento: 128 GB (expansível com cartão microSD)

Aqui temos uma diferença considerável. O conjunto de processador, placa de vídeo e modem do Moto G82 é superior ao do Note 11S.

Isso vale não apenas para a velocidade do processador, mas para as tecnologias usadas e o suporte ao 5G, coisa que o Motorola tem e o Xiaomi não.

Considerando os números, você terá um desempenho superior com o Moto G82, tanto para tarefas diárias quanto para coisas mais "ousadas", como jogos.

É importante ressaltar que nenhum dos dois aqui oferece desempenho de ponta, mas é mais provável que você terá uma experiência melhor nesse quesito se levar para casa o Motorola.

VEREDITO: vitória do Moto G82 5G.

Em termos de recursos úteis, os aparelhos empatam. Há sensor de digitais na lateral, para desbloqueio e autenticação biométrica, entrada dedicada para fones de ouvido e suporte a cartão microSD para expandir a memória de armazenamento.

O principal diferencial aqui é que o Moto G82 tem suporte a redes 5G e o Xiaomi, mesmo tendo sido lançado neste ano, não.

VEREDITO: vitória do Moto G82 5G.

Motorola Moto G82 5G: a partir de R$ 2.699 (em lojas varejistas)

Xiaomi Redmi Note 11S: a partir de R$ 1.483 (em lojas varejistas)

Se você tem um pouco mais de grana para investir, o Moto G82 merece mais o investimento. O aparelho supera o rival em pontos-chave, como tela e desempenho, sem sofrer uma lavada no único quesito que perde, que é o da câmera traseira. E ainda oferece suporte a redes 5G, que tendem a se popularizar nos próximos anos.

Contudo, caso o orçamento esteja mais apertado, o Redmi Note 11S ainda é um bom celular intermediário dentro do preço que ele custa atualmente.

RESULTADO FINAL: vitória do Moto G82 5G.

O UOL pode receber uma parcela das vendas pelos links recomendados neste conteúdo. Preços e ofertas da loja não influenciam os critérios de escolha editorial.