Topo

Seu celular vai mudar: confira 7 novidades que o Android terá

Android 13 permite copiar um arquivo ou texto do celular e colar no Chromebook ou tablet via Nearby Share (o AirDrop do Google) Imagem: Reprodução/Google

Guilherme Tagiaroli

De Tilt, em São Paulo

11/05/2022 15h37Atualizada em 11/05/2022 17h21

Após um lançamento cheio de novidades para o Android no ano passado, o Google apresentou nesta quarta-feira (11) novas melhorias para o seu próximo sistema operacional, o Android 13, durante o Google I/O 2022, seu evento para desenvolvedores.

Alguns dos destaques do futuro Android são: diferentes configurações de cor do sistema, novos ícones de aplicativos, uma central de segurança mais completa, possibilidade de envio de mensagens em grupo criptografadas e uma nova carteira digital chamada Google Wallet, que vai substituir o Google Pay (serviço de pagamento por aproximação).

Além disso, o Google finalmente parece ter remediado uma questão de anos: fazer dispositivos com seu sistema operacional funcionarem de modo integrado, "conversarão" melhor entre si —algo que o Android ficava atrás do iOS, da Apple. Com a versão 13, será possível, por exemplo, copiar conteúdo de um celular com a plataforma e facilmente colar num tablet.

Confira a seguir mais detalhes sobre as novidades lançadas pelo Google hoje:

Quando o Android 13 chega?

O Google começa a liberar o Android 13 para desenvolvedores nesta quarta-feira (11), e as atualizações devem chegar aos poucos.

Num primeiro momento em celulares novos e, posteriormente, a outros gadgets.

O que tem de novo?

1. Personalização e privacidade no Android 13

Apresentada no ano passado, a interface Material You (linguagem de design do Google) receberá algumas novidades. No Android 12, o destaque era que, ao escolher uma imagem de fundo, o sistema iria pegar a cor predominante da foto e reproduzir em menus.

Com o Android 13, será possível personalizar mais as cores de menus e detalhes da fonte do sistema. Haverá também opções diferentes de ícones que se adaptam ao sistema.

Android 13 terá maior suporte a cores Imagem: Divulgação

Pensando em pessoas que usam o sistema operacional e falam diversas línguas, ele permitirá, por exemplo, que um app de rede social funcione com um idioma, enquanto o app de banco esteja em outro.

No Android 13, ícones podem combinar com as cores do sistema Imagem: Divulgação

2. Apps vão pedir permissão para acessar fotos

Na parte de segurança, a novidade terá o que a empresa chama em inglês de Photo Picker. Isso significa que o Android permitirá que apps acessem fotos e vídeos selecionados pelo usuário em vez de dar acesso a toda biblioteca de arquivos.

Nova central de segurança do Android 13 indicará eventuais problemas de segurança no seu telefone Imagem: Divulgação

O Google passará ainda a ter uma página de segurança e privacidade. Lá, as pessoas poderão checar se há problemas (como uma das senhas gravadas ter sido vazada).

3. Google Wallet

Se você faz compras usando um telefone Android, ela é feita via Google Pay. Na próxima atualização do sistema, o Google vai rebatizar o recurso como Google Wallet.

Google Wallet reunirá informações de cartão de crédito, tíquete de embarque e até cartões de fidelidade Imagem: Reprodução

Como o nome em inglês sugere, trata-se de uma carteira virtual. Nela, as pessoas poderão cadastrar cartões e efetuar pagamento pelo celular via aproximação com a tecnologia NFC. Em alguns países, será possível usar o celular para pagar a passagem do transporte público.

A carteira, aliás, estará já integrada ao Google Maps. Ao buscar uma rota usando transporte público, já aparecerá na interface do app a opção de pagar pela Google Wallet e até o quanto de crédito há no cartão virtual de transporte.

A Google Wallet oferecerá também suporte a outros itens como carteira de identidade, carteira de motorista, carteira de vacinação e chave para quartos de hotel. A funcionalidade desses itens no Brasil depende da integração de serviços com a tecnologia da empresa.

4. Chats em grupo criptografados

Desde 2017, o Google tem tentado emplacar o RCS (Serviços de Comunicações Ricas), uma alternativa ao SMS desenvolvida pela empresa e apoiada por algumas operadoras.

O sistema funciona pelo app Google Mensagens e, como o WhatsApp, já tem criptografia de ponta a ponta (um processo que embaralha as informações como uma camada extra de segurança). Por ele é possível mandar fotos e mensagens pela internet, além de visualizar aqueles indicadores numa conversa do tipo "fulando está digitando".

O Google I/O de hoje, a companhia informou que em breve passará a oferecer mensagens criptografadas em grupo.

O Google Mensagens ainda está longe de ter a relevância do WhatsApp. Porém, com atualizações assim, a plataforma passa a ser mais uma alternativa de conversa pela internet, com a vantagem de estar disponível nativamente na maioria dos telefones Android.

5. Melhor integração entre dispositivos

Ainda que o sistema Android esteja em relógios, carros, tablets e smartphones, a integração entre todos esses aparelhos nunca foi "redonda". O Google quer mudar isso com seu novo sistema. No Android 13, existe a promessa de uma integração mais fluida entre distintos aparelhos com a plataforma.

Copiar um item de um dispositivo e colar em outro será uma das principais funções do sistema. Outro recurso é a alternância de áudio: com poucos toques será possível mudar o áudio de um fone de ouvido Bluetooth conectado tablet para uma chamada no telefone, por exemplo.

Uma nova adição em sistemas multimídia de carro com Android 13 deve facilitar a transmissão de arquivos para a tela do veículo. Novos centros de multimídia terão suporte à Chromecast. Assim será fácil transmitir, por exemplo, reproduzir um vídeo do celular no YouTube para a tela do carro.

Em tablets, a companhia promete uma melhor experiência em apps. TikTok, Facebook e Zoom já estão trabalhando em versões otimizadas para Android, de modo que não seja apenas uma extensão do aplicativo usado no celular, mas um programa que tire proveito da tela grande do portátil.

No Android 13, Google promete maior otimização de apps para tamanho da tela Imagem: Reprodução

6. Aparelhos de outras marcas com pareamento Bluetooth rápido

O pareamento rápido com dispositivos Bluetooth era um "benefício" que apenas aparelhos do Google (como os fones de ouvido Pixel Buds) tinham. Na próxima versão do Android, gadgets de marcas como TCL, Realme, JBL, Sony, MontBlanc, Philips e Fitbit facilmente se integrarão ao celular ou tablet, segundo a empresa.

7. Casa conectada

Configurar itens de casa conectada deve ser simplificado. O Android 13 terá suporte à Matter, protocolo adotado em vários gadgets desse mercado, como lâmpadas e smart plugs (tomadas que podem ser ativadas por meio de uma conexão à internet).

Marcas como Philips Hue, eve e Yale serão rapidamente reconhecidos para configuração por celulares com o novo sistema do Google, diz o Google.

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Seu celular vai mudar: confira 7 novidades que o Android terá - UOL

Obs: Link e título da página são enviados automaticamente ao UOL


Lançamentos