Topo

Diga Hi, não Ok: assistente da Samsung agora fala português e ameaça Google

Bixby, assistente por voz da Samsung, agora finalmente fala e entende português Imagem: Gabriel Francisco Ribeiro/Tilt

Gabriel Francisco Ribeiro

De Tilt, em São Paulo

19/02/2020 14h06

Sem tempo, irmão

  • Bixby, assistente da Samsung, agora fala e entende português
  • Assistente por voz chega primeiro aos celulares da linha S10 e Note 10
  • Tilt testou rapidamente as funções da Bixby e traz impressões
  • Assistente da Samsung é alternativa e ameaça ao Google Assistente no Brasil
  • Por enquanto, Bixby conta com 35 "cápsulas" em que é possível gerar comandos

"Hi Bixby". Esse é o novo comando que milhões de brasileiros poderão, a partir de agora, falar no celular para ativar comandos por voz. Após menos de um mês de testes no Galaxy S10, a Samsung anunciou nesta quarta-feira (19) a chegada oficial da sua assistente virtual Bixby para mais celulares —e isso pode ameaçar um reinado do Google.

Além do S10, agora a assistente virtual Bixby estará presente em todo o restante da linha S10 e também Note 10 - exceção feita aos aparelhos S10 Lite e Note 10 Lite. Além disso, a marca garante que os aparelhos Galaxy Fold, Galaxy S20 e Galaxy Z Flip terão a tecnologia. Estes dois últimos ainda não estão sendo vendidos oficialmente no Brasil.

A tendência é que novos aparelhos sejam adicionados aos poucos nos próximos meses. A ideia é que a Bixby vá para todo o vasto ecossistema da Samsung, que envolve celulares de vários preços diferentes e outros equipamentos como televisores e refrigeradores.

"Todos os meses vamos incluir novos dispositivos. A tendência é que vá para todo o ecossistema. Ela é a nossa inteligência artificial e vai chegar para todos os dispositivos que suportam isso", afirmou ao Tilt Bruno Costa, gerente sênior da área de Conteúdo e Serviços da Samsung Brasil.

Testes com brasileiros de todos os cantos

Antes da nossa língua, a Bixby já suportava as de outros países como coreano, inglês, alemão, italiano e espanhol (apenas Espanha). A dificuldade em fazer com que equipamentos de voz funcionem de forma perfeita com o português é relatada não só pela Samsung como outros fabricantes como Google e Amazon.

No caso da Samsung, a empresa adaptou a tecnologia para a língua nacional nos seus centros de pesquisa em Manaus e Campinas (SP). De acordo com a marca, foi um longo período estudando e testando a reação da Bixby a homens e mulheres de todas as regiões do país.

A intenção da empresa era entender nuances de fala e expressões de diferentes regiões para que a assistente entendesse da mesma forma o que pessoas de Porto Alegre e do Recife falam.

"Inteligência artificial é um negócio complicado. Não é um sistema simples. Para entregar algo de qualidade vamos fazendo tudo no tempo devido. Por isso que todos os meses vamos anunciar novas funções. É uma solução em constante aprendizado", explica Costa.

Para entender o ponto em que a tecnologia estava, a Samsung fez no fim de janeiro um lançamento em fase de testes para o S10. A resposta foi melhor do que o esperado: 98% de entendimento, segundo a marca. Por isso, o lançamento oficial da ferramenta foi adiantado.

O que dá para fazer?

Com a Bixby, a Samsung nos deixa usar a voz para realizar funções antes feitas por cliques —como os outros assistentes. De acordo com a companhia, existe neste início cerca de 35 "cápsulas" prontas para serem usadas —cápsula é como a marca chama as "skills" ou "ações" que podem ser feitas com a voz.

Entre os aplicativos suportados no momento, além dos nativos da Samsung no telefone como agenda, galeria e outros, estão alguns de terceiros como Google Maps, YouTube e Uber. É possível, por exemplo, fazer o seguinte pedido:

"Hi Bixby, preciso de um carro para ir ao Aeroporto de Congonhas".

Em resposta, a Bixby fala o custo do carro para o Aeroporto de Congonhas na Uber e pede para confirmar se deve chamar o veículo para o endereço atual.

Assim como o Google Assistente, a Bixby também entende contexto de conversas para fazer pedidos em sequência. Em rápido teste, realizei a seguinte sequência com sucesso:

"Hi Bixby, qual a previsão do tempo em São Paulo?". Após a resposta, perguntei: "e no Carnaval? Note que não precisei repetir novamente que queria saber a previsão do tempo.

A intenção ainda é que a Bixby aprenda com a rotina dos usuários para sugerir comandos. Por exemplo: se você liga sempre para alguma pessoa quando chega em casa, ela vai te sugerir isso antes de você ligar. Ou se dorme sempre por volta das 23h também passará a te sugerir que ative o despertador um pouco antes. Funções semelhantes são realizadas pela Siri no iPhone.

Bixby, assistente de voz da Samsung, faz graça e canta rap Imagem: Gabriel Francisco Ribeiro/Tilt

Assim como outros assistentes, a Bixby ainda faz piadinhas e canta um rap a pedido do usuário. Ela ainda pode fazer algumas gracinhas durante conversações, como ao perguntar se ela gosta de Carnaval.

Uma novidade legal é que agora o Bixby Vision passará a funcionar em português. Presente na câmera ou como app, esse recurso traduz palavras em diferentes idiomas simplesmente ao mirar o celular. Ele também consegue captar texto e pesquisar mais sobre o que você está apontando - uma espécie de Google Lens da Samsung.

Ameaça ao Google

A chegada da Bixby ao Brasil é uma ameaça ao reinado do Google Assistente no Brasil. Como maior fabricante e vendedora de celulares no país, a Samsung tem uma enorme base de usuários —a maior parcela de mercado de smartphones no Brasil pertence à companhia sul-coreana. Com a chegada da Bixby, é possível que uma parcela desses usuários passe a usar a solução da Samsung.

Na tela de qualquer celular da empresa, por padrão, existe uma barra do Google com a sugestão de que a pessoa fale "Ok, Google" para usar comandos por voz no Android - e isso até pode ser configurado quando o celular é ligado pela primeira vez.

Agora a concorrência com a Bixby promete ser mais ferrenha. Até porque alguns celulares da Samsung (como o S10 e Note 10) contam com um botão físico para acionar a assistente, Sim, agora esses botões que ninguém curtia finalmente serão um pouco mais úteis.

E como todas as funções são construídas pela própria Samsung, a Bixby tende a funcionar melhor em smartphones da marca do que o assistente do Google, que é a grosso modo padronizado para todos os Androids.

Com a Bixby no Brasil, a Samsung consolida sua estratégia no país na "guerra dos assistentes". O uso da tecnologia por voz é visto como o grande filão da tecnologia atualmente, sendo a tecnologia sequencial ao toque. Não à toa, dispositivos como Google Home e Amazon Echo já se espalham pelas casas por aí.

SIGA TILT NAS REDES SOCIAIS

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Diga Hi, não Ok: assistente da Samsung agora fala português e ameaça Google - UOL

Obs: Link e título da página são enviados automaticamente ao UOL

Newsletters

Perdeu algum assunto de tec na semana? Sem crise. Tilt explica, complica um pouco e explica de novo. Toda sexta.

Smartphone