PUBLICIDADE
Topo

Aprendam, humanos! Robô conquista confiança quando diz o que está fazendo

Comunicação é importante para melhorar a relação, e isso vale também para robôs -  Tumisu/ Pixabay
Comunicação é importante para melhorar a relação, e isso vale também para robôs Imagem: Tumisu/ Pixabay

Thiago Varella

Colaboração para Tilt

05/01/2020 04h00

Interagir ou trabalhar com um robô, que parece realizar diversas tarefas de maneira inteligente, soa assustador para muita gente. Para deixar essas pessoas mais à vontade, os cientistas fizeram os robôs explicarem tudo o que estavam fazendo. E parece que deu certo.

Um grupo de pesquisadores da Universidade da Califórnia em Los Angeles (UCLA) e do Instituto de Tecnologia da Califórnia descobriu que os humanos tendem a confiar mais nos robôs quando eles nos explicam seus passos e tarefas.

Na pesquisa, publicada na revista Science Advances, o grupo conta que programou um robô para que ele reportasse o que estava fazendo de formas diferentes e então mostraram a voluntários.

A equipe ensinou um robô a abrir uma tampa de rosca de um remédio e a explicar o que estava fazendo enquanto realizava a tarefa. Foram exibidas três maneiras diferentes de explicação.

O primeiro tipo de explicação foi chamado de simbólico e envolveu apenas mostrar um vídeo de cada uma das ações realizadas pelo robô.

O segundo tipo foi chamado de háptico e consistiu na exibição da função geral do que estava sendo executado pelo robô, passo a passo.

Imagem de vídeo com explicação simbólica (esq.) e háptica da ação do robô - Reprodução/ Edmonds et al./Science Robotics
Imagem de vídeo com explicação simbólica (esq.) e háptica da ação do robô
Imagem: Reprodução/ Edmonds et al./Science Robotics

Os voluntários que assistiram ao robô em ação também receberam uma mensagem de texto simples que descrevia o que o robô estava fazendo.

Os pesquisadores então pediram a 150 voluntários que observassem o robô abrir um frasco de remédio.

Imagem de vídeo com a explicação apenas em texto - Reprodução/ Edmonds et al./ Science Robotics
Imagem de vídeo com a explicação apenas em texto
Imagem: Reprodução/ Edmonds et al./ Science Robotics

O grupo relata que os voluntários deram as maiores classificações de confiança quando foram mostradas explicações hápticas e simbólicas. As classificações mais baixas vieram daqueles que viram apenas a mensagem de texto.

"Descobrimos que visualizações em tempo real e compreensivas das decisões do robô foram mais efetivas em promover a confiança humana que explicações baseadas em descrições resumidas em texto", afirmam os pesquisadores no artigo científico.

Segundo os pesquisadores, o próximo passo é ensinar os robôs a relatar por que estão realizando uma ação. Desse jeito não vai demorar para que se tornem mais confiáveis do que muitas pessoas de carne e osso.

SIGA TILT NAS REDES SOCIAIS

Tilt