PUBLICIDADE
Topo

Drones com metralhadoras já são realidade; Turquia será a primeira a testar

Songar, drone turco que carrega metralhadora  - Divulgação
Songar, drone turco que carrega metralhadora Imagem: Divulgação

De Tilt, em São Paulo

19/12/2019 12h21

A Turquia está perto de se tornar o primeiro país do mundo a ter drones carregando uma metralhadora. De acordo com o site News Scientist, o país deve receber até o fim deste ano um carregamento do objeto, que pesa 25 kg e pode carregar até 200 cartuchos de munição.

Outros países já utilizam a tecnologia para carregar granadas e explosivos, mas nada similar.

O drone, que tem o nome de Songar, foi feito por uma empresa chamada Asisguard, localizada em Ancara, capital turca. A fornecedora promete que o objeto terá um alcance de tiro de 400 metros de distância e terá sensores para voar no escuro sem limitações.

Além disso, o Songar pode ser controlado por apenas um controle remoto, com até três exemplares disparando contra um único alvo simultaneamente.

Existe, no entanto, a preocupação de que a tecnologia possa ser copiada por grupos armados. De acordo com Robert Bunker, do Instituto de Estudos Estratégicos do Exército dos EUA, drones são difíceis de parar, o que aumenta o alerta contra versões improvisadas.