Topo

Uber amplia teste em que motorista pode recusar viagem em dinheiro

Recursos que estão em fase experimental permitem que motorista recuse viagens com pagamento em dinheiro - Divulgação
Recursos que estão em fase experimental permitem que motorista recuse viagens com pagamento em dinheiro Imagem: Divulgação

De Tilt, em São Paulo

28/10/2019 15h02

A Uber divulgou na manhã desta segunda-feira (28) que vai aumentar o número de cidades que estão servindo como base de testes para motoristas em relação ao método de pagamento dos clientes.

O recurso dá aos motoristas a opção de aceitar ou rejeitar viagens com pagamento em dinheiro, ou seja, caso prefira, o responsável pelo carro só passa a receber solicitações de viagem de quem usará cartão (débito ou crédito).

Os testes já são realizados em sete cidades do país: Campo Grande, Cuiabá, João Pessoa, São José dos Campos (SP), São Luís, Sorocaba (SP) e Ribeirão Preto (SP). A partir de agora, outros três municípios entram na lista, todos no interior de São Paulo: Bragança Paulista, Marília e Mogi Guaçu.

Em comunicado, a Uber afirma que os testes estão sendo realizados após pedidos dos próprios motoristas que prestam serviço ao aplicativo.

Não é a primeira vez neste ano que a empresa norte-americana testa alterações específicas para os motoristas.

Há alguns meses, a Uber implementou em algumas capitais um recurso que exibe ao motorista o destino final do usuário antes mesmo de a viagem começar. Além disto, uma tela com a frequência de viagens do usuário no aplicativo também fica disponível.

Uber