Topo

Mudança na Uber: se você demorar para cancelar corrida, pode pagar mais

Mudança começou a funcionar em São Paulo nesta quinta-feira (24) - Nadia Bormotova/Getty Images
Mudança começou a funcionar em São Paulo nesta quinta-feira (24) Imagem: Nadia Bormotova/Getty Images

Bruna Souza Cruz

De Tilt, em São Paulo

25/10/2019 18h39

Sem tempo, irmão

  • Tolerância para cancelamentos mudou de cinco para três minutos
  • Valor pago não será mais fixo, mas proporcional ao deslocamento do motorista
  • Nova regra está em vigor em São Paulo e no Rio de Janeiro

Os passageiros que solicitam serviços da Uber em São Paulo passaram a seguir uma nova regra para cancelar viagens desde quinta-feira (24). Em vez da tolerância de cinco minutos estabelecida anteriormente, a nova taxa de cancelamento começará a cobrada a partir de três minutos do pedido por um carro e não será mais fixa, mas proporcional.

Com essa mudança, se você demorar mais do que três minutos para cancelar uma corrida, um cálculo será feito levando em consideração tempo de viagem e deslocamento feitos pelo motorista do momento em que o pedido foi aceito até o que ele foi negado.

Segundo a Uber, a reformulação no cálculo da taxa já estava em funcionamento em outras cidades, como o Rio de Janeiro, e segue em expansão.

A mudança foi feita para "valorizar o tempo do usuário e do motorista parceiro" e "melhorar a experiência da comunidade". A empresa informou a Tilt que isso foi adotado levando em consideração as demandas dos motoristas. O valor cobrado serve para compensar o tempo que os condutores tiveram para se deslocar até o local de partida do usuário.

Nos casos de viagem com o Uber Juntos, o limite de espera sem cobrança continua sendo de 1 minuto. Nestas situações, o condutor ainda receberá a taxa se decidir cancelar a viagem após esperar o passageiro por mais de dois minutos.

SIGA TILT NAS REDES SOCIAIS

Uber