Topo

Qual operadora tem o 4G mais rápido do Brasil?

Claro é a operadora com melhor velocidade de download e upload - Reprodução/Digital Trends
Claro é a operadora com melhor velocidade de download e upload Imagem: Reprodução/Digital Trends

Bruna Souza Cruz

Do UOL, em São Paulo

16/01/2019 09h13

Você sabe. O Brasil ainda não é lá muito conhecido por oferecer as melhores condições de internet 4G para os usuários. A rede tem sido ampliada e o caminho é longo. Mas um novo estudo, realizado pela empresa Open Signal, responde ao menos qual operadora tem a melhor média de velocidade em sua rede 4G móvel.

Ranking completo de download:

  • Claro - 18,8 Mbps
  • Vivo - 13 Mbps
  • TIM - 10,3 Mbps
  • Oi - 7,7 Mbps

Para você ter uma base de comparação, um vídeo do Netflix com resolução Ultra HD precisa de uma taxa de download média de 25 Mbps para funcionar dentro das recomendações da empresa. 

Uma curiosidade observada no relatório foi que as cidades de Belo Horizonte, Curitiba e Salvador se destacaram por ter o 4G móvel da Claro mais rápido entre as 13 maiores cidades avaliadas, com velocidade média de mais de 30 Mbps.

Velocidade de upload (velocidade para subir um arquivo na rede):

  • Claro - 6,3 Mbps
  • Vivo - 4 Mbps
  • TIM - 3,5 Mbps
  • Oi - 2,8 Mbps

Tempo de resposta da conexão (mede atrasos):

  • Claro - 68 ms (milissegundos)
  • TIM - 68,8 ms
  • Vivo - 78,9 ms
  • Oi - 79 ms

Melhor experiência de vídeo:

  • Claro - 55,7 pontos
  • TIM - 53,2 pontos 
  • Vivo - 50,5 pontos
  • Oi - 44,9 pontos

De modo geral, a Claro e a TIM conseguem oferecer uma rede 4G em que o usuário não vai sofrer com o tempo de carregamento mínimo dos vídeos e interrupções durante a reprodução, explicou o relatório.

Disponibilidade do 4G (tempo em que a conexão está disponível):

  • TIM - 78,6%
  • Vivo - 68%
  • Claro - 67,9%
  • Oi - 59,7%

Para a Open Signal, o uso das faixas de frequência de 700 MHz, usadas antigamente para o sinal de TV analógico, já começam a mostrar resultados no aspecto do crescimento da rede. As operadoras avaliadas expandiram a oferta de suas redes 4G nos últimos seis meses.

Segundo a empresa, o relatório sobre o Brasil avaliou smartphones entre 1º de setembro e 29 de novembro de 2018.

5G: por que você vai querer usar a próxima geração de telefonia celular

UOL Notícias

Mais Telefonia