PUBLICIDADE
Topo

Aqui estão 11 recursos que o Note 9 tem e o iPhone X fica devendo

Note 9 e iPhone X competem pelo mesmo público de celulares caríssimos - Arte/UOL
Note 9 e iPhone X competem pelo mesmo público de celulares caríssimos Imagem: Arte/UOL

Gabriel Francisco Ribeiro

Do UOL, em São Paulo

06/09/2018 04h00

Mais poderoso celular já feito pela Samsung, o Galaxy Note 9 chegou ao Brasil na última semana com um preço um pouco abaixo do seu grande rival, o iPhone X. E, com a vantagem de ter sido lançado quase um ano depois do modelo da Apple, apresenta características interessantes que não existem no concorrente.

É claro que nem tudo é melhor no Note 9. O iPhone X ainda vai melhor no Face ID, na câmera de selfie, controle gestual do smartphone, entre outras funções do celular. Mas a concorrência ficou muito mais forte.

VEJA TAMBÉM:

O grande diferencial do Note 9 é seu tamanho, que faz ele figurar como um aparelho que se posiciona entre os tradicionais celulares e tablets. Algumas de suas funções únicas, por sinal, ocorrem muito por causa disso. Se liga abaixo:

Telona

Galaxy Note 9 - Lilian Ferreira/UOL - Lilian Ferreira/UOL
Imagem: Lilian Ferreira/UOL

O primeiro destaque é o tamanho da tela. Com 6,4 polegadas, o Note 9 é o maior smartphone já feito pela Samsung e agrada quem quer um minicomputador de bolso. Mas isso está prestes a mudar: fortes rumores indicam que em 12 de setembro teremos uma nova versão do iPhone X com nada menos que 6,5 polegadas.

Câmera inteligente

Câmera do Note 9 reconhece comida, dando mais contraste, cores e textura - Gabriel Francisco Ribeiro/UOL - Gabriel Francisco Ribeiro/UOL
Câmera do Note 9 reconhece comida, dando mais contraste, cores e textura
Imagem: Gabriel Francisco Ribeiro/UOL

Foto com a câmera do S9+, a mesma do Note 9, mas sem AI - Gabriel Francisco Ribeiro/UOL - Gabriel Francisco Ribeiro/UOL
Foto com a câmera do S9+ - basicamente a mesma do Note 9, mas sem AI
Imagem: Gabriel Francisco Ribeiro/UOL

Tendência em celulares recentes, a inteligência artificial na câmera do Note 9 é um diferencial em relação ao iPhone X. A câmera traseira, que já é excelente, consegue identificar automaticamente alguns elementos da foto, como pessoas ou comida.

Essa inteligência melhora a foto automaticamente, por exemplo, dando mais contraste no caso de alimentos. A câmera do Note 9 ainda avisa se alguém piscou na foto ou se a imagem ficou tremida logo após a foto ser tirada para que o usuário faça outra.

Selfie panorâmica

Selfie em modo panorâmico no Galaxy Note 9 - Gabriel Francisco Ribeiro/UOL - Gabriel Francisco Ribeiro/UOL
Selfie em modo panorâmico no Galaxy Note 9
Imagem: Gabriel Francisco Ribeiro/UOL

Sabe aquele problema de você nunca conseguir encaixar todos os amigos ou familiares na selfie por mais que estique o braço? Isso não rola no Note 9. O aparelho, assim como o S9+, conta com o recurso de "selfie panorâmica", em que você pode mexer o celular um pouco para os lados na hora de fotografar para que todo mundo apareça na foto. Isso não existe na câmera frontal do iPhone X.

Caneta

9.ago.2018 - Parte traseira do Galaxy Note 9 - Divulgação - Divulgação
Parte traseira do Galaxy Note 9
Imagem: Divulgação

A linha Note da Samsung se destaca pela possibilidade do usuário utilizar um smartphone com a caneta S Pen. Apesar de ela não ser lá muito útil para a maioria das pessoas, há quem goste dessa opção no smartphone — principalmente profissionais que fazem do celular um segundo computador.

No Note 9, a caneta ficou ainda mais útil por virar uma espécie de controle remoto. Agora, via bluetooth, ela consegue fazer diversas funções como tirar foto, mudar música e mais à distância. Há quem diga que os novos iPhones virão com uma tela que suporta a Apple Pencil, mas por enquanto isso é exclusivo do iPad Pro.

Celular que vira PC

No Galaxy Note 9, dá para ter uma tela na TV ou monitor e outra no celular, tudo controlado pelo aparelho. Se quiser, é possível usar teclado e mouse por Bluetooth - Lilian Ferreira/UOL - Lilian Ferreira/UOL
No Galaxy Note 9, dá para ter uma tela na TV ou monitor e outra no celular, tudo controlado pelo aparelho. Se quiser, é possível usar teclado e mouse por Bluetooth
Imagem: Lilian Ferreira/UOL

Não basta ser um minicomputador de bolso: o Note 9 é também um celular que realmente vira um PC, se você quiser. A Samsung já havia aberto espaço para isso com o DeX, dock que fazia o seu celular se conectar a um monitor e periféricos para ser usado como um PC.

Agora isso ficou melhor ainda, já que não há mais a necessidade do dock ? só é preciso ligar um cabo HDMI ao monitor para poder usar o Note 9 como um computador. Isso foi alcançado graças a um sistema de resfriamento complexo do smartphone que faz ele ser um dos mais poderosos no mercado.

Mais espaço

O novo Note 9 vem com uma opção de armazenamento maior do que o iPhone X. A memória máxima do aparelho da Samsung, em sua versão mais cara, tem 512 GB disponíveis para os usuários — expansíveis com um cartão de memória. O iPhone X, por sua vez, tem no máximo 256 GB à disposição para compra. Será que isso muda nos próximos modelos?

Dois chips

Tradicionalmente os smartphones da Samsung — assim como a grande maioria dos Androids — contam com a possibilidade de inserção de dois chips. Apesar do número de pessoas que usa dois chips estar em queda em países como o Brasil, o recurso é útil principalmente em viagens, quando o turista compra outro chip local.

Contudo, a Apple também quer mudar isso: outro boato grande é de que ao menos um dos seus próximos lançamentos tenha espaço para dois chips, na busca por aumentar a presença em mercados emergentes como o Brasil.

Câmera com dupla abertura

Mais um ponto para a Samsung nas câmeras: a câmera do Note 9, assim como a do S9+, tem dupla abertura. Isso significa que ela pode variar entre essas aberturas para fazer fotos dependendo da iluminação do ambiente em que você está. É o que garante um desempenho melhor das câmeras do Note 9 em ambientes escuros em relação ao iPhone - não que a diferença seja gritante, contudo.

Multitarefa

Com seu tamanho e poder interno, o Note 9 é um celular perfeito para usar aplicativos em multitarefa. A ideia de usar dois apps de uma vez na mesma tela do celular já se espalhou por vários smartphones da Samsung, mas é útil principalmente na linha Note. É algo que o iPhone precisa melhorar e que atualmente só vemos em iPads.

Entrada para fone

A Samsung é a resistência entre as fabricantes de celulares e segue mantendo a entrada para fone de ouvido P2 em seus dispositivos. No smartphone da Apple, por exemplo, o fone que vem na caixa se conecta à entrada de carregamento — ou seja, você não pode carregar e ouvir música em um fone ao mesmo tempo. Se quiser usar um fone P2, é necessário ligar em um adaptador que vem junto com o aparelho.

Bixby Vision

A Bixby Vision é uma função bem legal do Galaxy Note 9 — e que já existia em outros aparelhos da Samsung. Por meio dela, você pode apontar a câmera para algum objeto que o smartphone vai dar mais informações sobre ele - ou para um texto em outra língua para traduzir. A Google Lens, do Google, também dá essa opção para usuários, mas não temos isso no iPhone.