PUBLICIDADE

Topo

Chorus tem um pouco de Star Wars, mas só funciona como shooter espacial

Chorus - Reprodução/START
Chorus
Imagem: Reprodução/START

Bruno Izidro

Do START, em São Paulo

07/12/2021 04h00

O primeiro filme de Star Wars apresentou uma das figuras mais icônicas da cultura pop: Darth Vader. Ele era um vilão não pelo visual assustador, mas por ter dizimado o planeta Alderaan junto com bilhões de pessoas.

Agora, imagine se, após destruir um mundo inteiro, Vader percebesse o vacilo que fez e se voltasse contra o império. Nessa realidade alternativa está Chorus, um shooter de nave lançado em dezembro para PlayStation, Xbox e PC.

Star Wars em Coro

É possível fazer muitos paralelos entre Darth Vader e Nara, a protagonista de Chorus. E quanto mais eu jogava, mais notava cada um deles.

Ambos eram chamados de "escolhidos" e eram o braço direito de um líder fanático. Se Palpatine era o imperador da obra de George Lucas, no game é o Grande Profeta quem comanda o Círculo - uma espécie de império galáctico que está escravizando a humanidade em prol de um bem maior: a harmonia no Chorus.

cena do game Chorus - Reprodução/START - Reprodução/START
O antagonista Grande Profetá e a protagonista Nara
Imagem: Reprodução/START

Além disso, Nara é uma exímia piloto, assim como Anakin Skywalker era na juventude.

Só que é aqui que as coisas começam a se distanciar, porque logo o game apresenta Forsaken - uma nave tecnológica com uma inteligência artificial consciente.

Com Forsaken em mãos, tanto Nara quanto o próprio jogo chegam ao seu ponto mais alto, porque é a jogabilidade de combates espaciais que sustenta a diversão. E ela funciona muito bem.

Chorus é o puro jogo de nave arcade. Longe de uma pegada mais de simulação, como um Ace Combat, o que ele entrega é algo mais próximo de um Star Wars Squadrons ou mesmo Star Fox.

Os controles são simples, mas genuinamente prazerosos, o que faz de rasantes, perseguições e explosões de naves inimigas os momentos mais divertidos, ainda mais na fluidez nos 60 quadros por segundo no PS5.

O grande diferencial aqui está nos poderes sobrenaturais de Nara e Forsaken. Eles podem muito bem serem vistos como o uso da Força de Star Wars, aqui chamados de Ritos.

São essas habilidades que fazem os combates serem mais frenéticos, porque em um momento podemos sumir e aparecer logo trás dos inimigos ou simplesmente se tornar um raio de luz para atravessar tudo e todos.

Chorus faz um bom trabalho em deixar você se sentir poderoso, uma máquina de combate (literalmente) perfeita.

Para isso, o jogo só exige constante foco nos momentos de ação e rapidez nos comandos, porque ficar parado só vai fazer você ser destruído logo.

E é nesse ponto mais alto do voo de Chorus que vamos para os momentos de queda súbita.

Por que tão sério?

Protagonista do game de nave chorus - Reprodução/START - Reprodução/START
Imagem: Reprodução/START

Chorus possui somente a campanha solo. Ou seja, nada de multiplayer ou outros modos. Por isso, a narrativa seria um fio condutor importante para a experiência do jogo.

Experiência essa que é pura ficção-científica, e temas que abordam também religiosidade, misticismo e a busca de redenção da protagonista Nara enquanto tenta salvar o universo. É uma premissa minimamente interessante para uma boa aventura.

O problema é que a história de Chorus se leva a sério demais. Tudo tem um tom pesado, grave, e que leva a um desenvolvimento de trama bem entediante, com situações previsíveis e sem espaço para surpresas.

Ironicamente, a chatice da narrativa de Chorus se opõe a diversão do gameplay de combate espacial.

Não ajuda também que todas as exposições e os diálogos acontecem só por meio de conversas em comunicadores, com as imagens dos personagens sem expressão no canto da tela. Por mais que o jogo tente mostrar que são figuras que deveríamos ter empatia, é difícil criar algum tipo de ligação mais forte com eles por isso.

A exceção aqui fica para Nara e a nave Forsaken. As interações entre os dois é onde está os melhores momentos da narrativa de Chorus.

Game de nave Chorus - Divulgação/Deep Silver - Divulgação/Deep Silver
Nara e sua nave Forsaken
Imagem: Divulgação/Deep Silver

Forsaken, que é tão protagonista do jogo quanto Nara, está sempre provocando e indagando as decisões da piloto.

"Por que você esconde o seu passado dessas pessoas? Por que elas confiariam em você?"

São por essas interações que ambos ganham mais personalidade e são melhor desenvolvidos. Funciona, mas não chega a ir muito longe também.

Beleza espacial

Game de nave sci-fi Chorus - Reprodução/START - Reprodução/START
Imagem: Reprodução/START

Chorus é um jogo que, no fim das contas, se destaca mesmo pelos seus aspectos técnicos. O visual é bonito, com cenários semi-abertos que incentivam a exploração e que passam a sensação de estarmos na vastidão do espaço, ainda que poucos variados, porque até que seria legal algumas fases na superfície de planetas também.

Na geração PS5 e Xbox Series, o jogo também se beneficia do armazenamento rápido dos SSDs para loadings quase instantâneos enquanto viajamos de uma região para outra.

Chorus

Para quem está orfão de jogos de naves ao estilo de Star Fox, o gameplay de Chorus vai divertir durante todo o jogo, o que já pode ser suficiente para muitos. Pena que ele também poderia ser mais do que isso, mas se perde na narrativa, mesmo com as semelhanças temáticas com Star Wars.

No fim, Chorus é o típico game mediano, daqueles que recomendamos jogar quando aparecer em uma promoção, ou ser dado de graça na PS Plus, Games With Gold ou Epic Games Store.

Chorus - Divulgação/DeepSilver - Divulgação/DeepSilver
Imagem: Divulgação/DeepSilver

Lançamentos: 03/12/2021
Plataformas: PS4, PS5, Xbox One, Xbox Series X e S e PC
Preço: R$ 75,99 (PC) e R$ 199 (consoles)
Classificação Indicativa: 14 anos (Violência e linguagem imprópria)
Português: Sim (só legendas)
Desenvolvimento: Fishlabs
Publicação: Deep Silver

*O código do jogo foi enviado pela Deep Silver ao START
** O PS5 usado para jogar foi enviado pela Sony ao START

SIGA O START NAS REDES SOCIAIS

Twitter: https://twitter.com/start_uol
Instagram: https://www.instagram.com/start_uol/
Facebook: https://www.facebook.com/startuol/
TikTok: https://www.tiktok.com/@start_uol?
Twitch: https://www.twitch.tv/startuol