PUBLICIDADE

Topo

League of Legends: CBLoL vai adotar sistema de franquias em 2021

Flamengo foi campeão do CBLoL 2019 - Riot Games/Divulgação
Flamengo foi campeão do CBLoL 2019 Imagem: Riot Games/Divulgação

Amanda Santos

Do START, em São Paulo

21/01/2020 13h09

O Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLoL) vai deixar o formato de liga, adotado desde 2015, para seguir o modelo de franquias a partir de 2021. A mudança foi anunciada nesta terça-feira (21) pela Riot Games, que também revelou novidades sobre Teamfight Tactics, o "jogo de tabuleiro" revelado em 2019.

Na prática, significa que o torneio será menos como o Brasileirão de Futebol e mais como a NBA: o CBLoL deixará de ter rebaixamento e promoção de equipes, funcionando com um número determinado de participantes.

"Vamos iniciar em 2020 o processo de evolução do CBLoL para uma franquia, ou seja, uma liga onde não há mais rebaixamento, assim como na LCS, na LPL e na LEC", diz o comunicado da Riot, citando os campeonatos de outros países, como Estados Unidos e o cenário europeu.

Segundo a produtora, um dos objetivos é permitir investimento de longo prazo. "Este modelo permite às organizações uma visão de longo prazo para empreender projetos de investimento e crescimento, que são necessários para que possamos dar os próximos passos. A liga também se beneficia de uma visão de longo prazo, pois podemos construir projetos mais arrojados, com prazo maior, assim como outras regiões que já passaram por esta experiência".

A Riot explica que o processo de transição começa em 2020, e que dará "mais informações e contexto ao longo dos próximos meses". Ainda não se sabe, por exemplo, qual será o futuro do Circuito Desafiante a partir de 2021 ou quantos times farão parte do CBLoL no formato franquias.

Por enquanto, o CBLoL continua em seu formato tradicional, com partidas nos finais de semana seguindo o sistema de liga. As primeiras partidas começam neste sábado (25), com paiN x Flamengo abrindo o calendário.