Topo

Reviews


"King of Fighters" mobile surpreende pela qualidade e oferta de conteúdo

Divulgação
Imagem: Divulgação

Daniel Esdras

Do GameHall

29/10/2019 04h00

Se você ainda não acredita no poder dos jogos mobile, é melhor começar a rever seus conceitos. Depois de "Call of Duty Mobile" bater recordes de download e de a Riot anunciar que League of Legends vai chegar aos celulares, é a vez de uma das maiores franquias de jogos de luta se arriscar nas telinhas.

"The King of Fighters ALLSTAR", desenvolvido pela Netmarble, cumpre a missão quase impossível de adaptar para iOS e Android a série que conquistou os fliperamas nos anos 90. Sim, nós também achamos estranho no começo, mas depois de jogar por várias horas, desde antes do lançamento, não dá pra ignorar: esse KoF "beat'em up" funcionou muito bem no celular.

Siga o UOL Start no

Beat'em Up clássico

"KoF ALLSTAR" foi um sucesso no oriente, especialmente na Coreia do Sul e Japão. Com o lançamento no ocidente, promete trazer os veteranos e também novatos da franquia para o mundo do torneio de artes marciais.

Se você foi uma criança ou jovem dos anos 90, provavelmente gastou alguns caminhões de fichas para jogar a série The King of Fighters em algum fliper. Foi uma febre que marcou aquela geração e introduziu personagens icônicos na história dos videogames, como Terry Bogard, Geese Howard e Mai Shiranui.

Trazer o gênero de luta tradicional para os celulares é um desafio que raramente consegue atingir os resultados esperados, muito por conta dos controles, que são difíceis adaptar para o ambiente mobile. A Netmarble decidiu, então, seguir uma abordagem diferente e apostou no Beat'em Up, outro gênero clássico de jogos como "Final Fight" e "Streets of Rage".

Reprodução
Imagem: Reprodução

Dividido em missões, o jogo leva você por todas as histórias desde o KOF' 94, enfrentando clássicos vilões da franquia. A progressão tradicional do Beat'em Up está presente, com corredores e inimigos vindo em ondas. O objetivo é vencer todos na fase o mais rápido possível para avançar na narrativa e conseguir as recompensas.

Os gráficos impressionam e os modelos em três dimensões de cada personagem ganharam um acabamento estilizado e muito bem executado. As animações seguem o padrão e realçam a pegada rápida de KoF, com referências ao passado, cores vibrantes após uma vitória e muitos efeitos especiais para os golpes elementais.

A adaptação para os controles mobile funciona bem, com ícones no lado direito da tela para os comandos de ataque e defesa, e um controle de direção no lado esquerdo da tela. O mais legal é que cada personagem conta com dois golpes especiais, que são suas marcas registradas e que podem funcionar em combo com socos e pontapés para derrotar os inimigos. Você irá reconhecê-los não só pelo design, mas também pelo estilo de combate.

Reprodução
Imagem: Reprodução

O problema é que, para caber isso tudo na telinha, é preciso poluir bastante a interface. Se a sua tela não for das maiores, pode acabar pressionando botões sem querer. Para uma experiência ainda mais agradável, o interessante é utilizar um desses controles que estão disponíveis para celulares.

O início do jogo acabou ficando bem lento por conta das explicações excessivas dos menus e modos de jogo. Esse é um padrão para a plataforma, mas sempre acaba tomando um tempo maior que o necessário. Isso atrapalha até na diversão, já que as missões de tutoriais são muito numerosas e demoram para liberar o jogador. Fica difícil de engrenar na primeira hora, mas depois o ritmo acelera e as coisas funcionam melhor.

Como todo o jogo está bem localizado em português, aproveitar a história e entender as mecânicas ficou ainda mais tranquilo. Todo esse cuidado deve render uma aceitação ainda maior por aqui.

Lutadores para colecionar

Divulgação
Imagem: Divulgação

Se você está preocupado com o conteúdo do jogo, especialmente o número de lutadores, saiba que o foco foi trazer literalmente todo mundo. Isso significa que todos os lutadores que já passaram pela franquia estão presentes em "The King of Fighters ALLSTAR". Ou seja, são mais de 120 versões diferentes, considerando as variações visuais.

No início você escolhe apenas um lutador, e a partir dai vai liberando outros ao jogar e completar desafios ou comprar caixinhas que trazem prêmios. Com novos lutadores, é possível montar uma equipe de três heróis para entrar em cada fase. Cada um deles tem seus atributos próprios, como pontos de vida e poder de ataque. Além disso, também são divididos em tipos, desde suportes até personagens focados no dano por segundo. Cada um desses tipos tem vantagens e desvantagens contra os outros.

Dependendo do líder da sua equipe, haverá um bônus diferente para os outros lutadores. Como eles têm diferentes conexões com outros personagens, também há alguns bônus por formação. O barato é formar equipes diferentes e tentar tirar o máximo da sua formação, garantindo mais pontos de poder para conseguir superar novas fases.

Reprodução
Imagem: Reprodução

Os lutadores que você não utilizar ficam no seu banco de reservas e até três deles podem ser escalados para dar suporte aos outros jogadores da equipe. Ao pressionar o botão de suporte, esse lutador reserva entra em campo e desfere alguns golpes no inimigo antes de deixar a arena.

Ao completar mais desafios, seus personagens escalados vão ganhando experiência e melhorando a afinidade com os outros membros da equipe. Quanto mais você joga, mais sua equipe vai ficando poderosa.

No fim das contas, só a possibilidade de colecionar todos os lutadores com cards e aparências diferentes já deve prender a atenção de muito jogador.

Reprodução
Imagem: Reprodução

Muito conteúdo

Reprodução
Imagem: Reprodução

"The King of Fighters ALLSTAR" conta com diversos modos de jogo além da história. Graças ao sucesso no oriente, ele já chega por aqui com muito conteúdo para você aproveitar. Depois de conseguir alguns níveis e completar algumas fases, você poderá ter acesso a modos ainda mais desafiadores, como o Arena, que conta com diversos desafios para testar as suas equipes.

Há também novas aventuras além da história padrão, que também podem ser liberadas após avançar na campanha principal. E pelo ritmo da Netmarble, podemos esperar ainda mais novidades e conteúdos com o passar do tempo. Para os jogadores que gostam de testar sua habilidade contra os outros, há um modo de PVP para testar os times uns contra os outros de diversas maneiras.

Além dos modos de jogo, há ainda eventos diários e semanais para manter os jogadores sempre com mais vontade de jogar. Desafios para o Halloween, missões especiais para eventos temporários e muito mais desafiam o jogador e também fornecem recompensas exclusivas, que podem ser itens para melhorar o desempenho da sua equipe ou mesmo lutadores raros e poderosos.

Microtransações

Reprodução
Imagem: Reprodução

Como se trata de um jogo Free to Play, o modelo de negócios gira em torno das vendas dentro do jogo. Quando se fala em jogos mobile, sempre fica aquela pulguinha na orelha para saber se o jogo é o clássico Pay to Win ou não.

Durante minhas horas jogando KOF ALLSTAR, não senti a necessidade de gastar dinheiro. Mesmo os cristais vermelhos, que são a moeda premium do jogo, podem ser conseguidos após completar missões ou desafios semanais e diários. Obviamente, existe a possibilidade de acelerar o progresso, comprando mais dessas moedas e abrindo mais caixas para conseguir todos os lutadores. Mas é tudo opcional e não interfere na sua diversão pela história do jogo.

Se o que você está procurando é um gameplay rápido e recompensador, muita nostalgia com os personagens clássicos do KOF, uma história interessante e conteúdo para muito tempo de jogo, "The King of Fighters ALLSTAR" é o seu jogo, sendo ou não um veterano dessa franquia que continua a marcar história.

Resumo

Com todos os lutadores que passaram pela franquia em diversas versões, "The King of Fighters ALLSTAR" é uma carta de amor aos fãs de longa data e também pode ser aproveitado sem medo por novatos. A escolha do Beat'em Up como gênero cai como uma luva na proposta, especialmente por conta dos controles disponíveis na tela do celular. Sem uso abusivo das microtransações, o jogo é perfeito para quem quer muita ação e nostalgia ao alcance do bolso.

Lançamento: 22/10/2019
Plataformas: iOS e Android
Preço sugerido: Grátis, com microtransações disponíveis
Classificação indicativa: 12 anos (Violência)
Desenvolvimento: Netmarble
Publicação: SNK

SIGA O START NAS REDES SOCIAIS

Twitter: https://twitter.com/start_uol
Instagram: https://www.instagram.com/start_uol/
Facebook: https://www.facebook.com/startuol/
TikTok: http://vm.tiktok.com/Rqwe2g/
Twitch: https://www.twitch.tv/start_uol

Reviews