PUBLICIDADE

Topo

Brasileiros fizeram ameaças de morte à família de pro player de "CS:GO"

Spencer "Hiko" Martin, jogador americano de "CS:GO" ameaçado por brasileiros - Reprodução
Spencer "Hiko" Martin, jogador americano de "CS:GO" ameaçado por brasileiros Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

26/04/2017 09h58Atualizada em 26/04/2017 16h45

Jogador teve de ser escoltado por seguranças em torneio no Brasil

O jogador profissional de "Counter-Strike: Global Offensive" Spencer "Hiko" Martin, que já fez parte de grandes equipes como a Cloud9 e Team Liquid, revelou durante uma transmissão pelo site Twitch que sua família foi ameaçada por fãs brasileiros do game antes das finais da ESL Pro League, realizada em São Paulo em 2016.

"Encontraram o Facebook da minha mãe e minha irmã, e eles literalmente não paravam de mandar mensagens na semana em que eu sair, dizendo 'Se vocês vierem ao Brasil vamos te matar', 'Nós te odiamos', 'O Brasil te odeia', 'Nem pensem em vir pra cá'", relatou. "Então eu pensei 'OK, eu não vou arriscar minha vida - seja o risco real ou não -, mas eu pessoalmente não vou arriscar minha vida para jogar um torneio no Brasil."

Eventualmente, Hiko acabou vindo para o Brasil após ser ameaçado pela organização da Team Liquid de que seria expulso da equipe caso não participasse do torneio.

Ainda assim, o jogador teve uma escolta de dois seguranças durante sua estadia em São Paulo.

Este fator foi apenas mais um de uma série de agravantes para a Team Liquid na época, e a equipe ficou apenas na sétima colocação do torneio.

O ódio dos brasileiros ao pro player americano deve-se principalmente a um episódio polêmico no campeonato RGN de 2015, quando a Team Liquid continuou jogando mesmo após um fotógrafo desligar acidentalmente o PC do jogador Fernando "fer" Alvarenga, na época da equipe Luminosity Gaming (hoje SK Gaming).

A transmissão completa pode ser vista por aqui.