PUBLICIDADE

Topo

Melhor jogador de "LoL" do mundo, Faker diz que quer muito vir ao Brasil

Faker joga pelo menos 12 horas de "League of Legends" por dia e ganha mais de US$ 100 mil por mês - Divulgação/Riot Games
Faker joga pelo menos 12 horas de "League of Legends" por dia e ganha mais de US$ 100 mil por mês Imagem: Divulgação/Riot Games

Do UOL, em São Paulo

21/03/2017 18h12

Considerado um dos melhores jogadores de "League of Legends" do mundo, Lee "Faker" Sang-hyeok - atual tricampeão e jogador da equipe sul coreana SK Telecom T1 - disse que quer muito vir ao Brasil para disputar o campeonato internacional Mid Season Invitational.

O pro player declarou em uma transmissão ao vivo que ainda não visitou a América do Sul e a África. "Eu quero muito ir para a América do Sul", declarou Faker. "Para ganhar a temporada competitiva de primavera [para competir no mundialito de "LoL", que será sediado no Brasil], eu ainda preciso ficar em primeiro lugar no ranking".

Entre os dias 28 de abril e 21 de maio, o Brasil receberá o Mid-Season Invitational (MSI) de "League of Legends". É a primeira vez que o país recebe o mundialito do game e as disputas ocorrerão em São Paulo e no Rio de Janeiro entre as melhores equipes do mundo.

Dependendo do resultado obtido pela equipe SKT T1 no LoL Champions Korea, o "CBLoL" da região coreana, a equipe - e Faker - poderá vir ao país. Além da vaga para um time coreano, o MSI 2017 contará com mais 12 equipes das seguintes origens: Brasil; China; Rússia e região; Europa; Japão; norte da América Latina; sul da América Latina; América do Norte; Oceania; sudeste da Ásia; região de Taiwan, Hong Kong e Macau; e Turquia.