PUBLICIDADE

Topo

Maduro diz que "Pokémon GO" gera "cultura de violência" entre jovens

Presidente venezuelano fez críticas a game em seu programa de TV semanal - AFP/Divulgação
Presidente venezuelano fez críticas a game em seu programa de TV semanal Imagem: AFP/Divulgação

Do UOL, em São Paulo

28/07/2016 11h25

Em seu programa semanal "En Contacto con Maduro", o presidente da Venezuela Nicolás Maduro criticou o jogo para celulares "Pokémon GO", dizendo ser parte de uma realidade virtual "vinculada às armas, à violência e à morte".

"Milhares de jovens, milhares de pessoas, terminam vivendo nesta realidade virtual", disse. "E esta realidade virtual é matar e matar".

Maduro também conectou esta cultura ao atentado em Munique na semana passada, em que o alemão David Ali Sonboy abriu fogo em um shopping center, deixando 9 mortos e 35 feridos.

Mais novo fenômeno mundial, "Pokémon GO" não foi oficialmente lançado na Venezuela, assim como outros países da América Latina (incluindo o Brasil).