PUBLICIDADE

Topo

Perto de revelar nova plataforma, Nintendo parece abandonar o Wii U

Com poucas novidades para Wii U, parece que a Nintendo já vai abandonar o console... - Pedro Henrique Lutti Lippe/UOL
Com poucas novidades para Wii U, parece que a Nintendo já vai abandonar o console... Imagem: Pedro Henrique Lutti Lippe/UOL

Pedro Henrique Lutti Lippe

Do UOL, em Los Angeles

16/06/2015 21h47

Lançado há menos de quatro anos, o Wii U parece já estar sendo tratado como coisa do passado pela Nintendo. Na terceira E3 após seu lançamento - época em que consoles costumam ganhar grandes destaques e exclusivos na feira -, a plataforma não teve nenhum game novo de peso revelado e foi propositalmente ofuscada pelo 3DS.

Tal qual fez com o Wii quando PlayStation 3 e Xbox 360 ganharam tração, a Nintendo pode estar abandonando o Wii U para se focar em sua próxima plataforma: o NX, que será revelado em 2016.

Apesar de ter sido lançado um ano antes de seus concorrentes PlayStation 4 e Xbox One, o Wii U já foi ultrapassado em totais de vendas por ambos. E na E3 2015, ao invés de reagir com novos anúncios contra "Uncharted", "The Last Guardian", "Halo", "Gears of War" e franquias novas como "Horizon" e "Recore", a Nintendo preferiu mostrar "Mario Tennis" e um spin-off de "Animal Crossing" focado em amiibos.

O Wii U também já não conta com o apoio de third-parties. PS4 e Xbox One receberão gigantes como "Metal Gear", "Call of Duty", "FIFA", "Batman", entre outros em 2015, e o estande da Nintendo tem espaço para apenas dois títulos de produtoras terceirizadas: "Skylanders" e "Just Dance".

Enquanto isso, o 3DS segue firme e forte. Em sua quinta E3, o portátil viu revelações de novos "Zelda", "Metroid" e de um RPG e "Mario", e ainda ganhou destaque com "Fire Emblem" e "Yo-kai Watch".

Sempre reforçando em apresentações públicas que o NX está a caminho, a Nintendo parece esconder seus maiores projetos atuais. "Super Mario Maker" e "Xenoblade Chronicles X", anunciados em 2014, são os únicos títulos de Wii U desenvolvidos internamente pela empresa que sairão este ano. "Yoshi's Woolly World", "Star Fox Zero" e "Fatal Frame" - os restantes - são frutos de colaborações com outras produtoras.

O "Zelda" que vimos no ano passado desapareceu, mas Reggie Fils-Aime garante que ele está a caminho - sem mencionar o nome do Wii U na mesma frase.

A decisão de mostrar o crossover de "Fire Emblem" com "Shin Megami Tensei", previsto para o fim do ano no Japão, parece ter sido feita de última hora, sem um nome oficial nem sequer legendas em inglês em seu trailer.

A Nintendo ainda tem sucesso com sua linha portátil, e parece ter encontrado uma boa fonte de inspiração e dinheiro nos bonecos amiibo, que já foram comprados mais de 10 milhões de vezes em menos de seis meses. Mas os sinais de que o Wii U está dando seus últimos suspiros tornaram-se evidentes nesta E3.

Mario Maker
Mario Maker
#albumEmbed015('tagalbum','74754+AND+52432')