PUBLICIDADE

Topo

Em Fórum, ministro da Cultura defende investimento em setor de games

Do UOL, em São Paulo

20/05/2015 16h00

Durante a sessão de encerramento do XXVII Fórum Nacional: A hora e a vez do Brasil, realizado na última quinta (14) no Rio de Janeiro, o novo ministro da Cultura, Juca Ferreira, discutiu sobre a importância do setor cultural como gerador de riquezas para uma nação, dando foco especial à capacidade de lucro da indústria de videogames.

Ferreira citou como exemplo o projeto Cidade Multimídia, implementado inicialmente na cidade de Montreal, no Canadá. Após encontrar sucesso e tornar-se referência, o modelo de negócio foi adaptado para o resto do país, tornando-o no terceiro maior produtor da indústria de games, atrás apenas de Japão e EUA.

"É uma cadeia de produção que fatura mais que o cinema e que obtém o dobro do lucro que a música", declarou o ministro.

O exemplo mais claro desta iniciativa é a Ubisoft Montreal, responsável por títulos aclamados por crítica e público como as séries "Assassin's Creed" e "Far Cry".

O ministro também citou dados publicados pela ONU, que indicam que a economia de cultura já representa 7% do PIB mundial, e que segundo o IBGE há uma década famílias gastam 7% de seu orçamento em produtos culturais. 

A produção cultural brasileira, porém, representa apenas 2,84% do PIB do país.

"Estamos falando de um mercado na mais franca expansão em um mundo em crise, e para o qual ainda não nos organizamos para nele competir", opinou Ferreira.