PUBLICIDADE

Topo

Filhos de antigos heróis são foco de "Mortal Kombat X", diz criador

Claudio Prandoni

Do UOL, em Colônia

14/08/2014 12h31

Até agora, "Mortal Kombat X" tem equilibrado um elenco de clássicos, como Scorpion e Sub-Zero, com novatos, a exemplo de Kotal Kahn e D'Vorah.

Quem desponta como única e curiosa exceção é Cassie Cage, filha dos veteranos Sonya Blade e Johnny Cage que pega emprestados golpes e elementos visuais do pai e da mãe. Porém, outros como ela logo aparecerão no próximo episódio da querida série de luta, que sai em 2015 para PlayStation 4, Xbox One, PlayStation 3, Xbox 360 e PC.

"Os descendentes serão as grandes estrelas do game, assim como suas relações com os personagens antigos", conta Ed Boon, um dos criadores da série, em entrevista exclusiva ao UOL Jogos. Boon não entra em mais detalhes sobre a trama, mas é de se esperar uma boa leva de 'herdeiros do kombate': na E3 o produtor já havia revelado que "Mortal Kombat X" teria muitos personagens inéditos.

"Este jogo tem mais lutadores estreantes do que qualquer outro da série", reforçou ele na Gamescom.

Durante o bate-papo, Ed Boon falou também sobre as melhorias que vieram com a transição para consoles de nova geração, seus Fatalities favoritos na série, eSport e mais. Veja a entrevista completa logo abaixo:

UOL Jogos: No "Mortal Kombat" de 2011 era muito claro que o obejtivo era resgatar a glória da série. E agora, qual o objetivo de "Mortal Kombat X"?

Ed Boon: Com relação a personagens e história, não diria que é um caminho oposto, mas sim diferente em relação ao 'reboot'.

Estamos tentando apresentar muitos elementos inéditos, personagens novos. Este jogo tem mais lutadores estreantes do que qualquer outro.

Também vamos mostrar novos modos de jogo que nunca estiveram em um "Mortal Kombat". Claro, também temos gráficos renovados com o poder da nova geração e tudo mais. Queríamos criar ao máximo uma sensação de novidade, em contraste ao jogo anterior, que era uma espécie de homenagem aos três primeiros jogos, com todos os personagens mais populares da trilogia.

Agora, queremos apresentar o máximo possível de novidades.

ASSISTA AO TRAILER DE "MORTAL KOMBAT X"

  •  

UOL: Em relação à história, qual o caminho que o game pretende seguir?

Boon: Com relação à história, queríamos ir bastante para o futuro. O 'reboot' recontou a história dos três primeiros jogos com todo o lance estranho do Raiden mandar uma mensagem para ele mesmo no passado.

Desta vez então não queríamos recontar nenhuma história, mas sim mostrar algo novo. E queríamos muito também mostrar descendentes, filhos de personagens, que é o que estamos fazendo com a Cassie Cage e há outros que ainda vamos anunciar.

De muitas maneiras, os descendentes serão as grandes estrelas do game, assim como suas relações com os personagens antigos. É toda uma nova geração de lutadores de "Mortal Kombat" e este é meio que o ponto central da história.

UOL: Que mudanças e novidades puderam ser colocadas no game por conta do poder extra da nova engine e das plataformas de nova geração?

Boon: Bom, de cara, podemos apresentar versões mais realistas e detalhadas dos personagens. De fato, nem mostramos ainda tudo que podemos fazer agora com a nova engine, com certeza vocês terão muitas surpresas pela frente.

Com os Fatalities nós agora podemos fazer coisas com o 'corpo humano' que antes não conseguíamos. Então dá para fazer golpes de finalização ainda mais interessantes e malucos.

UOL: O "Mortal Kombat" 'reboot' consolidou a série como um título competitivo, participando inclusive do EVO. Vocês também pensam na cena competitiva com "MKX"?

Boon: Com certeza pensamos nos campeonatos, mas também nos preocupamos muito para que todo mundo consiga se divertir. Não queremos ser tão técnicos a ponto de só os jogadores do EVO conseguirem jogar e os outros 90% do mundo não entendem.

Com certeza temos algo de interesse para a cena competitiva, em especial com as diferentes variações de personagens, mas os golpes especiais ainda são fáceis de realizar.

Mortal Kombat X
Mortal Kombat X
#albumEmbed015('tagalbum','74701+AND+59652')

UOL: Quais são seus Fatalities favoritos na série?

Boon: Meu Fatality favorito até agora é o do Scorpion neste "Mortal Kombat X", é um em que ele corta o rosto do personagem. Foi o primeiro que criamos e já mostra muito do que podemos fazer com os novos gráficos.

Indo buscar lá atrás, claro, tem o do Sub-Zero em "MK1", em que ele arranca a espinha, esse sempre assusta as pessoas.

Em "Mortal Kombat 4", o Quan Chi tem um Fatality em que ele arranca a perna do adversário e bate nele sem parar. Eu diria que estes são meus Fatalities favoritos.

UOL: Se um dia você conseguisse fazer um novo jogo da série "Shaolin Monks", como você gostaria que ele fosse?

Boon: Acho que tentaríamos identificar o que as pessoas mais gostam no jogo. Por exemplo, sinto que muita gente gostava por ser uma experiência cooperativa.

Então faríamos algo nesse estilo, mas com opção online, para jogar com mais amigos. Talvez, colocássemos três ou quatro personagens ao mesmo tempo para tornar a experiência mais empolgante.

Enfim, desde sempre a gente tem vontade de fazer um novo "Shaolin Monks". Quem sabe, com o tempo a gente arranje um espaço na agenda, agora estamos lidando com tudo relacionado a "Mortal Kombat X" e "Injustice", mas quem sabe um dia a gente não faça outro game de aventura.

Start