Topo

Caçadas ao estilo "Red Dead Redemption" renovam "Assassin's Creed III"; UOL Jogos testou

Claudio Prandoni

Do UOL, em Boston*

24/09/2012 13h00

Enquanto busca refinar e expandir elementos clássicos da série, "Assassin's Creed III" não deixa também de apresentar novos elementos à saga dos assassinos.

Um dos mais promissores deste próximo capítulo é a opção de caçar animais selvagens na floresta, que tive a chance de testar em evento realizado pela Ubisoft em Boston, nos EUA.

O jogo terá legendas e dublagem (lançada posteriormente como conteúdo extra para download) em português e será lançado dia 30 de outubro em versões para PlayStation 3 e Xbox 360, sendo que PC e Wii U também recebem o game no final de novembro.

De fato, as caçadas são tão empolgantes que lembram outro sucesso arrasador dos últimos anos: o faroeste "Red Dead Redemption", da Rockstar. Após abater uma presa, é possível extrair dentes, pele, presas e outros itens para criar equipamentos para o herói Connor.

Questionado sobre as semelhanças com "Red Dead", o líder de game design, Steve Masters, comentou: "Acho que temos muitas ideias próprias sobre a caçada e a floresta. Não tratamos ela apenas como um cenário, é algo interativo: você pode subir nos galhos, se esconder nos arbustos e aí atacar de surpresa".

"Com relação à caça, tentamos fazer algo mais dinâmico, mais ativo. Você vê um animal e pode ir direto caçá-lo, mas pode também analisar pistas no cenário", explica Master. "Há também muitas ferramentas para usar, como iscas, redes e outras mais".

VEJA A REPORTAGEM EXCLUSIVA DE UOL JOGOS

  •  

Em alto mar

Caçadas na floresta da fronteira americana não são o único trunfo de "Assassin's Creed III" para se diferenciar de seus antecessores. Outra grande aposta da Ubisoft é a opção de missões navais.

Acredite: elas são diferente de tudo já visto na série e são muito divertidas e envolventes. Uma vez explorando os setes mares, Connor deixa o manto com capuz de lado e assume um típico chapéu de capitão.

Aqui, há duas opções de ataque: os poderosos canhões laterais, que só acertam alvos ao lado da embarcação, e uma saraivada de tiros mais fraca que possui a vantagem de poder ser disparada para qualquer direção.

VEJA AS BATALHAS NAVAIS EM AÇÃO

  •  

O visual do mar é lindo e arrebatador e a lentidão do navio, que balança ao sabor das ondas, adiciona um bom grau de desafio e estratégia. Uma das missões testadas envolvia proteger um outro navio de ataques de barcos inimigos e minas marítimas.

Depois desta etapa, o objetivo era destruir um forte no litoral, desviando de seus poderosos tiros e alinhando o seu próprio navio para utilizar os canhões laterais (única arma eficiente na ocasião).

Conforme se avança no game, novas missões aparecem, assim como opções para evoluir o equipamento do navio.

Igual, só que melhor

BOM MENINO!



Caçar animais pode ser cruel, mas não significa que Connor seja desafeto dos bichinhos. Ao andar por Boston e Nova York, é possível fazer carinho nos cachorros que andam pelas ruas.

"É algo que não muda nada na jogabilidade, mas acrescenta detalhes e dá aos jogadores mais uma maneira de interagir com o mundo de 'Assassin's Creed III'", conta o designer Steve Masters.

Por mais que se esforce em trazer novidades, "ACIII" também se esforça para evoluir e aprimorar tudo aquilo que fez da série um sucesso no passado.

É possível perceber pequenas mudanças que tornam a experiência de jogo mais fluida e prática.

Um bom exemplo disso é a inclusão da opção Fast Travel, como acontece em "Skyrim" e outros jogos com grandes mapas. Para visitar uma área já explorada, pode-se simplesmente ir até o mapa e escolher ali a locação.

Para escalar, pular de um telhado para outro e outras habilidades atléticas, basta agora segurar o gatilho superior que Connor cuida do resto.

Não é mais necessário apertar junto o botão de pulo para fazer tudo isso, mas ele ainda tem função: serve para pular mesmo quando não é totalmente seguro fazer isso - tipo de habilidade que jogadores mais experientes podem usar para fugir de inimigos e cortar caminhos.

Assassin's Creed III
Assassin's Creed III
#dev_albumEmbed015('tagalbum','60592+AND+36439')

O medidor de vida adota o padrão de outros jogos de ação recentes e se recupera automaticamente, dispensando visitas a médicos e uso de itens para renovar energia. Agora o mapa vai aparecendo conforme é explorado - mas continuam existindo os pontos de sincronização para escalar e abrir um pedaço maior de uma só vez.

Enfim, "ACIII" apresenta diversos pequenos ajustes que os veteranos apreciarão e devem ajudar uma nova geração de jogadores a dominarem mais rápido as habilidades de Connor.

Tudo isso é amparado pelo impressionante visual proporcionado pelo motor gráfico AnvilNext. Detalhes como penas e franjas balançando na roupa de Connor, folhas ao vento, o brilho na água e árvores a perder de vista na floresta dão brilho ao jogo, tornando "ACIII" uma experiência envolvente.

O NOVO MODO MULTIPLAYER



Uma das novidades do multiplayer online de "Assassin's Creed III" é o modo Wolfpack, que mistura cooperação e competição para até quatro jogadores.

O objetivo é eliminar grupos de alvos no menor tempo e da forma mais criativa possível. Matar os inimigos ao mesmo tempo rende mais pontos, tornando o trabalho em equipe essencial, mas ser sorrateiro, atacar do alto ou coisas do tipo rendem bonificações.

O time deve alcançar um dado número de pontos em um tempo limitado para avançar de sequência e assim ganhar mais tempo. Contudo, cada sequência traz alvos mais difíceis de localizar, portas abrem e fecham a cada rodada, mudando os caminhos no cenário, e tornando a tarefa progressivamente mais difícil.

Com partidas rápidas e frenéticas, o Wolfpack oferece uma boa mistura de competição com trabalho e equipe e brilha como uma adição criativa ao cardápio online de "ACIII".

ASSISTA A 5 MINUTOS DE AÇÃO EM "ASSASSIN'S CREED III"

  •  

* O jornalista viajou a convite da Ubisoft

Mais Start