PUBLICIDADE
Topo

Alec Baldwin diz estar com 'coração partido' após tragédia em set de filmagem

22/10/2021 15h36

Los Angeles, 22 Out 2021 (AFP) - O astro de Hollywood Alec Baldwin disse nesta sexta-feira (22) que "seu coração está partido" depois de um tiro que matou uma diretora de fotografia num set de filmagem no Novo México.

O ator garantiu que está cooperando totalmente com a investigação policial.

"Não há palavras para expressar meu choque e tristeza em relação ao trágico acidente que tirou a vida de Halyna Hutchins, uma esposa, mãe e colega nossa profundamente admirada", escreveu no Twitter.

E acrescentou: "Meu coração está partido por seu marido, seu filho e por todos os que conheciam e amavam Halyna".

O ator está sendo investigado após a tragédia na quinta-feira na gravação do filme "Rust". No incidente, o diretor Joel Souza, de 48 anos, foi ferido. Ele recebeu alta hospital poucas horas após, segundo a atriz Frances Fisher.

Halyna Hutchins, de 42 anos, foi ferida quando "uma arma cenográfica foi disparada por Alec Baldwin, produtor e ator", informou o gabinete do xerife do condado de Santa Fé em um comunicado.

Hutchins "foi levada de helicóptero para o Hospital da Universidade do Novo México, onde foi declarada morta pelos médicos", afirma a nota.

O incidente aconteceu no Rancho Bonanza Creek, uma locação famosa para filmes nos Estados Unidos, onde foram rodados longas-metragens como "Cowboys & Aliens" e "Longmire".

"O senhor Baldwin foi interrogado por detetives. Ele fez declarações e respondeu as perguntas. Veio de forma voluntária e deixou o edifício após o interrogatório", afirmou o porta-voz do departamento do xerife do condado de Santa Fé.

Rios disse ao The New York Times que o incidente ocorreu durante um jantar que estava sendo ensaiado e filmado.

Ninguém foi detido pelo caso e até o momento não foram apresentadas acusações, segundo a polícia, que está interrogando as testemunhas.

Baldwin, de 63 anos, foi visto chorando por um repórter do jornal 'Santa Fe New Mexican', depois do interrogatório dos detetives.

O jornal publicou uma foto na qual ele aparece bastante abalado no estacionamento do set após a tragédia.

- "Absolutamente devastados" -"Todo o elenco e os trabalhadores (do filme) estão absolutamente devastados com a tragédia de hoje, e queremos enviar nossas mais profundas condolências à família de Halyna e a seus entes queridos", afirmou a produção em um comunicado.

"Interrompemos a produção do filme por um período indeterminado e estamos cooperando totalmente com o departamento de investigação da polícia de Santa Fé", completa a nota.

A revista American Cinematographer apontou Halyna Hutchins como uma das estrelas em ascensão da fotografia no cinema em 2019.

Hutchnis, que morava em Los Angeles, nasceu na Ucrânia e foi criada em uma base militar soviética dentro do círculo polar ártico, segundo o site da revista.

A Ucrânia disse que seu consulado geral em São Francisco estava trabalhando com as autoridades americanas e falando com os familiares de Hutchins "para fornecer assistência consular e jurídica necessária".

O sindicato IATSE, ao qual Hutchins pertencia e que representa os técnicos da indústria do cinema, disse que "foi devastador saber que um de seus membros, a irmã Halyna Hutchins, morreu ontem".

"Criar uma cultura de segurança exige vigilância constante de cada um de nós, todos os dias", acrescentou.

A seção de adereços do sindicato afirmou em um e-mail aos seus associados que "uma bala foi disparada por acidente" e que nenhum de seus membros estava no set no momento, segundo versões da imprensa.

O IATSE não respondeu às perguntas da AFP.

O Escritório de Cinema do Novo México também evitou fazer comentários sobre este ponto e disse à AFP: "A segurança de todo o elenco e equipe no Novo México é uma prioridade o tempo todo".

- Mortes no set -As homenagens a Hutchins inundaram as redes sociais.

"Meu maior medo é que alguém fique fatalmente ferido em um dos meus sets", tuitou o diretor de Guardiões da Galáxia, James Gunn. "Meu coração está com todos os afetados pela tragédia de hoje em Rust, especialmente Hayla Hutchings e sua família".

Apesar de os sets de filmagens terem normas para o uso de armas cenográficas, vários acidentes foram registrados nas últimas décadas.

Um dos mais famosos aconteceu quando Brandon Lee, filho da lenda das artes marciais Bruce Lee, morreu durante as filmagens de "O Corvo", após ser baleado com uma arma que deveria conter balas de festim.

A irmã de Brandon Lee, Shannon Lee, comentou o incidente no Twitter.

"Nossos corações estão com as famílias de Halyna Hutchins e de Joel Souza e de todos os envolvidos no incidente em 'Rust'", publicou na conta oficial no Twitter de Brandon Lee.

"Ninguém deveria ser morto por uma arma em um set de filmagem", completou.

Baldwin havia publicado algumas horas antes no Instagram uma foto, aparentemente no set, vestido com roupas de época. "De volta ao trabalho presencial. Caramba... é exaustivo", escreveu na legenda do post.

Baldwin é protagonista de filmes e séries de televisão desde os anos 1980.

Recentemente, ele voltou aos holofotes com a interpretação do ex-presidente Donald Trump no programa de comédia "Saturday Night Live", pelo qual venceu um Emmy.

pr/gm/jvb/es/fp/aa