PUBLICIDADE
Topo

Adolescência feminina e ameaça das redes no Festival de San Sebastián

19/09/2021 12h31

São Sebastião, Espanha, 19 Set 2021 (AFP) - A vida de uma adolescente argentina e outra dinamarquesa de dois séculos atrás dominam este domingo (19) na seção oficial do Festival de Cinema de San Sebastián, em um dia no qual o diretor francês Laurent Cantet retratou o perigo das redes sociais.

A primeira é o centro de "Camila saldrá esta noche", a história de uma temperamental argentina que se muda de La Plata para Buenos Aires pela doença súbita de sua avó. É o primeiro filme latino-americana a entrar na disputa.

É o quarto longa-metragem da diretora Inés Barrionuevo, de 41 anos, e o segundo a ser exibido no grande concurso espanhol, depois de "Julia y el zorro" em 2018.

É o primeiro papel protagonista de Nina Dziembrowski, que estreou no cinema com o longa-metragem "Emilia" (2020).

O filme compete também na seção Otra Mirada, dedicada a temas sobre o mundo feminino, na qual também está outro filme que será apresentado neste domingo, o dinamarquês "Du som er I himlen" ("Como no céu", em tradução livre).

Este filme também tem como protagonista uma adolescente, Lise, de 14 anos, dinamarquesa e do século XIX.

O cantor espanhol Raphael também estará em San Sebastián neste domingo, para a apresentação da série documental "Raphaelismo", dedicada a uma carreira que supera os 60 anos.

Os outros filmes da competição oficial exibidos neste domingo são os franceses "Arthur Rambo", de Laurent Cantet, e "Vous ne désirez que moi", de Claire Simon, assim como o romeno "Crai Nou", de Alina Grigore.

al/es/aa