PUBLICIDADE
Topo

Felipe Neto mostra ataques recebidos após ironizar Gusttavo Lima

Felipe Neto mostra ataques recebidos após ironizar Gusttavo Lima - Reprodução/Instagram
Felipe Neto mostra ataques recebidos após ironizar Gusttavo Lima Imagem: Reprodução/Instagram

Colaboração para Splash, de Pernambuco

01/06/2022 11h21Atualizada em 01/06/2022 11h22

O youtuber Felipe Neto, de 34 anos, compartilhou com seus fãs uma série de ataques recebidos após gravar Stories ironizando o cantor Gusttavo Lima, que chorou em live e disse pensar em 'desistir' por ser alvo de críticas por ter seus shows contratados por prefeituras na mira de investigações em virtude de altos pagamentos.

"Tu é um bosta, seu esquerdista de merda", diz uma das mensagens. "Vai caçar o que fazer, seu retardado mental", ataca outra.

Em outro print, ele mostra até uma ameaça direta recebida.

"Tu merece é uma bala na tua testa para deixar de ser lixo", diz a mensagem.

Confira:

. - Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
Felipe Neto mostra ataques recebidos após ironizar Gusttavo Lima
Imagem: Reprodução/Instagram
m - Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
Felipe Neto mostra ataques recebidos
Imagem: Reprodução/Instagram

Após compartilhar as mensagens, Felipe Neto também fez um Stories na contramão, agradecendo as mensagens de amor e carinho que recebe diariamente.

"O amor que vocês me mandam é o que me dá forças para vencer isso aí. Eu leio milhares de direct. Eu sinto o amor de vocês todos os dias", escreveu.

felipe neto - Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
Felipe Neto agradece a mensagens carinhosas de seu público
Imagem: Reprodução/Instagram

Nos Stories gravados ontem, Felipe ironizou o cantor e lembrou que ele e outros artistas são alvos constantes de críticas da opinião pública e não fazem aparições afirmando que irão desistir da vida artísticas por causa dos ataques.

"Sabe o que eu acho engraçado? Estou há quatro anos sendo massacrado pela opinião pública, Anitta, Porchat, outros artistas. Fui acusado de pedofilia, corrupção de menores, polícia veio na minha casa a mando da família Bolsanaro. Aí, um cantor sertanejo passa uma semana sendo atacado por se beneficiar de dinheiro público para fazer shows e já faz live chorando falando falando que vai desistir", disse Felipe.

Esses bolsonaristas não aguentariam meia hora se tivessem que enfrentar tudo que eu, Anitta, Porchat, Adnet, Luisa e tantos outros temos que enfrentar há quatro anos. E contra nós eles só usavam mentiras. Felipe Neto

Investigações em shows de Gusttavo Lima

Na última quarta-feira (25), o MPRR (Ministério Público de Roraima) também abriu investigação para apurar contratação de show do cantor Gusttavo Lima por R$ 800 mil na cidade de São Luiz (RR), distante 276 km da capital Boa Vista.

Já na sexta-feira (27), foi a vez do MPMG (Ministério Público de Minas Gerais) abrir "notícia de fato" após receber denúncia questionando a regularidade das contratações de uma festividade em Conceição do Mato Dentro (MG).

Dentre as atrações estava Gusttavo Lima com cachê de R$ 1,2 milhão e Bruno e Marrone, que receberiam R$ 520 mil — no dia seguinte, as duas atrações foram canceladas pela prefeitura.

Desde a semana passada, a equipe do cantor se pronunciou somente em relação à investigação em Roraima.

Na ocasião, em contato com Splash, a equipe jurídica do cantor enviou uma nota afirmando que o valor do cachê dele é "fixado obedecendo critérios internos, baseados no cenário nacional, tais como: logística (transporte aéreo, transporte rodoviário etc.), tipo do evento (show privado ou público), bem como os custos e despesas operacionais da empresa para realização do show artístico, dentre outros fatores".

A empresa que representa o cantor diz ainda que a equipe de Gusttavo Lima não pactua com ilegalidades cometidas por representantes do poder público e que não cabe ao artista "fiscalizar as contas públicas".