PUBLICIDADE
Topo

Elon Musk diz que pode morrer misteriosamente e toma bronca da mãe

Elon Musk, fundador da SpaceX, durante evento no Cabo Canaveral, na Flórida (EUA), em 19 de janeiro de 2020 - Joe Skipper/Reuters
Elon Musk, fundador da SpaceX, durante evento no Cabo Canaveral, na Flórida (EUA), em 19 de janeiro de 2020 Imagem: Joe Skipper/Reuters

Colaboração para Splash, em São Paulo

09/05/2022 17h10

Elon Musk segue causando no Twitter. Ontem, o magnata da Tesla fez um comentário misterioso dizendo que pode morrer a qualquer momento. E depois ele deu a entender que os russos podem ter algo a ver com isso.

O motivo disso, e que no tuíte seguinte ele postou uma possível mensagem do bilionário antigo vice-primeiro-ministro da Rússia, Dmitry Rogozin. "Se eu morrer em circunstâncias misteriosas, foi bom conhecer vocês", escreveu ele.

Elon Musk  - ANDREW KELLY/REUTERS - ANDREW KELLY/REUTERS
Elon Musk no baile Met Gala, em Nova York, em 2 de maio de 2022
Imagem: ANDREW KELLY/REUTERS

No texto publicado, Dmitry diz que o projeto Starlink deu acesso à internet a um grupo neonazista ucraniano. "De acordo com nossas informações, a entrega do equipamento Starlink foi realizada pelo Pentágono. Elon Musk, portanto, está envolvido no fornecimento de equipamentos de comunicação militar às forças fascistas na Ucrânia. E por isso, Elon, você será responsabilizado como um adulto —não importa o quanto você se faça de bobo", dizia o comunicado.

E depois de todas as acusações, a mãe do empresário, Maye Musk, deu uma bronca no filho no Twitter: ""Isso não é engraçado", disse ela. O bilionário logo respondeu a matriarca da família Musk: "Desculpe! Vou fazer o máximo para continuar vivo".