PUBLICIDADE
Topo

Livre após 13 anos! Pai de Britney Spears é suspenso da tutela da filha

Britney Spears manda indireta para familiares no Instagram - Reprodução/Instagram
Britney Spears manda indireta para familiares no Instagram Imagem: Reprodução/Instagram

Colaboração para Splash, em São Paulo

29/09/2021 19h31Atualizada em 29/09/2021 20h05

Após 13 anos no controle da vida da filha, Jamie Spears não é mais tutor de Britney Spears. A decisão foi tomada em audiência no Tribunal Superior de Los Angeles.

No início desse mês, Jamie entrou com uma petição para acabar com a tutela após a cantora pedir que ele fosse substituído por um tutor profissional.

Em junho, ela pediu pelo fim da tutela em audiência na Califórnia. Na ocasião, a artista disse que foi obrigada a trabalhar doente e afirmou ser impedida de casar e ter filhos.

Não só minha família não fez nada, meu pai era totalmente a favor. Qualquer coisa que acontecesse comigo precisava ser aprovada pelo meu pai. [...] Eu menti e disse ao mundo inteiro que estou bem e estou feliz. É mentira, eu pensei que talvez eu ficasse se dissesse o suficiente. Eu estive em negação, em choque, estou traumatizada. Agora estou dizendo a verdade, ok? Eu não estou feliz, não consigo dormir. Estou com tanta raiva, é uma loucura, eu estou deprimida. Choro todos os dias. [...] Quero ser ouvida, quero mudanças, eu mereço mudanças. disse Britney em audiência em junho

"Esta situação não é sustentável... Esta situação é tóxica", disse a juíza Brenda Penny ao decidir pela suspensão de Jamie.

Ela aprovou o contador John Zabel como sucessor temporário do pai de Britney. Uma nova audiência será marcada para a decisão da retirada total da tutela de Jamie.

Entenda o caso

Jamie Spears, pai de Britney, tinha sua tutela desde 2008, ou seja, era ele quem dava a palavra final em várias decisões da vida da artista como, por exemplo, se ela se casará ou não. O arranjo legal começou devido às preocupações com a saúde mental de Britney, que foi hospitalizada duas vezes em 2008 na ala psiquiátrica de um hospital.

Desde então, o pai de Britney e um advogado assumiram o controle de seus assuntos pessoais e comerciais. A cantora tentou remover o pai da posição de seu tutor em 2020, mas um juiz negou e estendeu a tutela até setembro de 2021. Fãs da artista chegaram a fazer um movimento chamado "Free Britney" pelo fim da tutoria.

Em fevereiro, o The New York Times lançou um documentário chamado "Framing Britney Spears: A Vida de uma Estrela", que mostra os altos e baixos da carreira de Britney e detalhes da tutela da cantora, o que reacendeu as polêmicas em torno do assunto.