PUBLICIDADE
Topo

Thiago Fragoso, 30 anos de carreira: 'Meu papel mais importante é ser pai'

Thiago Fragoso e o filho Martin
Thiago Fragoso e o filho Martin
Reprodução/Instagram

Mari Monts

De Splash, em São Paulo

09/06/2021 04h00

Thiago Fragoso completa 30 anos de carreira neste ano. O que é praticamente sua vida toda, já que ele tem 39.

O ator, que está no ar na novela da Globo "Salve-se Quem Puder", conversou com Splash. Ele mal se lembra como é a rotina sem ter uma agenda de projetos e papéis, seja no teatro ou na TV.

A pior parte disso foi perder um pouco da infância. Lembro que, quando tinha uns 16 anos, queria ter a vida de um adolescente normal.
Continua depois da publicidade

Hoje ele faz o papel de Alan, em "Salve-se Quem Puder"

Reprodução/Globo - Reprodução/Globo
Kyra (Vitória Strada) e Alan (Thiago Fragoso) em Salve-se Quem Puder
Imagem: Reprodução/Globo

Ainda durante a adolescência, quando morou um tempo nos Estados Unidos para estudar, Thiago chegou a questionar se queria mesmo seguir a vida de artista.

Mas, quando voltou ao Brasil, não restou mais dúvidas: era essa sua profissão.

A melhor parte é a quantidade de bagagem que você traz desde muito cedo, isso contribui com minha trajetória como ator.

Essa trajetória inclui muitas peças. Como seu trabalho que, segundo ele, foi o mais marcante: viver um fascista no monólogo "As Benevolentes - Uma Anatomia do Mal".

E também as produções da Globo "Amor à Vida" e "A Casa das Sete Mulheres", trabalhos que ele cita como importantes em sua carreira.

Ele protagonizou o primeiro beijo gay da Globo, em 2014, em "Amor à Vida". Ele interpretava Niko e dividia a cena com Mateus Solano, que deu vida a Felix.

Reprodução/Globo - Reprodução/Globo
Matheus Solano e Thiago Fragoso protagonizaram o primeiro beijo gay em "Amor à Vida" (2013)
Imagem: Reprodução/Globo
Continua depois da publicidade

Mas o interesse artístico de Thiago vai além de atuar. Ele está prestes a lançar dois EPs, com canções autorais.

"Com seis anos já cantava no coral." A música sempre esteve presente na vida dele, mas não era seu foco principal. Com a participação no programa da Globo ''PopStar'', em 2017, isso mudou.

Em 2019, ele lançou sua primeira composição, "Recomeço", que faz parte do EP solo que Thiago espera lançar no segundo semestre, quando a situação da pandemia melhorar.

O cantor chegou a apresentar a canção no Rock in Rio: "Foi muito legal, fiquei um ano gravando esse disco".

A música de Thiago transita entre o rock e o pop.

"Não são gêneros muito brasileiros, mas é o que fala com meu coração. O Brasil tem espaço para todo tipo de música, apesar de o sertanejo pegar quase tudo", afirma.

Ele bebe nas fontes de: Legião Urbana, Caetano Veloso, Coldplay, The Killers, Foo Fighters e Queens of the Stone Age, entre outros.

Continua depois da publicidade

Apesar de uma carreira artística tão variada, Thiago considera que a questão mais importante de sua vida é outra.

Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
Thiago Fragoso com seu filho, Martin, ainda bebê
Imagem: Reprodução/Instagram
Meu papel mais importante é ser pai. É o que me coloca em contato com o maior senso de responsabilidade.

Thiago é pai de dois meninos, Benjamin, 10 anos, e o pequeno Martin, um ano. Os dois são frutos do seu relacionamento com Mariana Vaz.

"Ser pai é dar educação, limite, falar não. Eu tento obviamente equilibrar o lado do afeto, da brincadeira e da responsabilidade. Eu sou um pai mão na massa."

Continua depois da publicidade
Quero criar dois homens responsáveis, carinhosos, que não sejam machistas. Para o Benjamin, que tem 10, a gente fala sobre racismo, machismo, direito das pessoas. Ele é sensível.

Entre uma novela e uma nova música, Thiago tem uma certeza: "Estou nessa vida para educar essas crianças".