PUBLICIDADE
Topo

Emma Stone relembra o erro do Oscar 2017: 'Foi um caos absoluto'

Emma Stone no Oscar 2017 - Getty Images
Emma Stone no Oscar 2017 Imagem: Getty Images

Colaboração para Splash, no Rio de Janeiro

31/05/2021 16h56

A atriz Emma Stone relembrou, durante participação no talk show de Jimmy Kimmel, o erro do Oscar 2017, quando "La La Land", filme que a fez conquistar a estatueta de melhor atriz, foi anunciado como o vencedor da categoria de melhor filme no lugar de "Moonlight", o verdadeiro campeão.

"Todos nós entramos em um tipo de estado alucinatório", disse a atriz, que em seguida perguntou como Kimmel, que foi o anfitrião da premiação naquele ano, se sentiu. A artista ainda comentou sobre a confusão dos papéis que indicavam os vencedores.

O ator Warren Beatty e a atriz Faye Dunaway anunciaram o vencedor de melhor filme — ele ficou confuso com o cartão, sobrando para Dunaway falar o nome do vencedor.

O ator afirmou que se confundiu ao ler o nome "Emma Stone" e que estaria com o papel errado nas mãos — o que indicaria o vencedor de melhor atriz, em vez do de melhor filme. Na época, a atriz disse que o envelope com seu nome estava sob sua tutela o tempo todo.

"Eles seguiam me dizendo que aquele era o único papel, e eu falava: 'Mas eu tenho o meu papel'. [...] Foi um caos absoluto", acrescentou Emma. Kimmel, então, apontou que tinham dois papeis com o nome da atriz e ela respondeu, dando risadas: "Eu aprendi isso mais tarde naquela noite".

Depois, ao comentar sobre seus filmes preferidos da infância, Emma comentou que tinha o costume de chorar ao conhecer seus ídolos.

"Eu chorei na frente da Diane Keaton. Não chorei na frente do Bill Murray, mas eu fui para longe dele e chorei. Quando eu estava em um elevador pela primeira com a Lauren Michaels, eu virei para o canto do elevador e chorei", contou a atriz, com bom humor.

"Eu não faço mais tanto isso, mas quando eu estava no início dos meus 20 anos, eu fazia isso. O sentimento era tão avassalador, eu ficava igual um chihuahua", acrescentou Emma, imitando seu choro.

A atriz, que interpreta Cruella Devil no novo live-action da Disney sobre a vilã, afirmou que filmar com os cachorros foi "a melhor parte" das gravações do longa.

"Foi tão divertido! Os cachorros são atores profissionais, eles são basicamente as estrelas do set de filmagem. Você não pode falar com eles da forma que você gostaria de falar com um cachorro porque eles precisam se preparar, você não pode deixá-los agitados", disse Emma.