PUBLICIDADE
Topo

Filme soviético 'tosco' de 'O Senhor dos Anéis' é descoberto e ganha fãs

A criatura Gollum na versão soviética de 'O Senhor dos Anéis'
A criatura Gollum na versão soviética de 'O Senhor dos Anéis'
Reprodução/TV5

Gabriel Nanbu

De Splash, em Santos

13/04/2021 04h00

A trilogia épica de "O Senhor dos Anéis" dirigida por Peter Jackson pode até ser a mais conhecida adaptação audiovisual para os livros de J.R.R. Tolkien, mas não foi a única, nem a primeira —e talvez nem mesmo a mais charmosa.

Fãs estão em polvorosa com a redescoberta de um filme soviético —de baixíssimo orçamento—, baseado no livro "A Sociedade do Anel" (o primeiro da trilogia de Tolkien), lançado em 1991.

Continua depois da publicidade

O filme, "Khranitel" ("Os Guardiões", traduzido do russo), foi digitalizado e publicado em duas partes no YouTube pela emissora TV5, sucessora do canal Leningrad Television, que o transmitiu originalmente há 30 anos.

Todos acreditavam que as gravações estavam perdidas. [...] Com os muitos pedidos de fãs de Tolkien, decidimos publicar a adaptação na internet.
TV5, em comunicado

Os vídeos, publicados no fim de março, já têm somadas 2,2 milhões de visualizações.

Continua depois da publicidade
Reprodução/TV5 - Reprodução/TV5
Frodo e Gandalf têm visuais peculiares em 'Khranitel'
Imagem: Reprodução/TV5
Como um norte-americano que não fala russo, tenho que dizer que isso é a melhor coisa que vi na vida.
Fã de 'Khranitel', nos comentários do YouTube

Baixo custo

Sejamos honestos: a produção, dirigida por N. Serebryakova, parece uma peça de teatro infantil comparada aos filmes de Peter Jackson, que custaram o equivalente a R$ 1,6 bilhão. Mas a graça, argumentam os românticos, está justamente aí.

Reprodução/TV5 - Reprodução/TV5
Efeitos especiais da produção de TV soviética ficam longe de impressionar
Imagem: Reprodução/TV5

Com figurinos e locações, digamos, sub-hollywoodianas, efeitos especiais não tão impressionantes e mão pesada na maquiagem, o filme é uma máquina do tempo para os derradeiros anos da União Soviética —que acabaria em 26 de dezembro daquele mesmo ano.

Continua depois da publicidade

A trilha sonora é do músico Andrei Romanov, da banda Akvarium, grupo popular na cena local nos anos 1990.

Reprodução/TV5 - Reprodução/TV5
A Sociedade do Anel, no filme do diretor N. Serebryakova
Imagem: Reprodução/TV5

A trama é narrada pelo hobbit Bilbo Bolseiro, que conta a jornada de seu sobrinho, Frodo (que na versão soviética usa um charmoso lenço de bolinhas), para destruir um poderoso anel.

A criatura Gollum aparece com uma intrigante "touca de repolho", enquanto o mago Gandalf, mentor de Frodo, ostenta uma franja no melhor estilo anos 1990 —recentemente resgatada pela sister Thaís, do "BBB 21".

Reprodução/TV5 - Reprodução/TV5
Bilbo Bolseiro em sua versão soviética
Imagem: Reprodução/TV5
Continua depois da publicidade

Opiniões positivas

Em entrevista à BBC, Irina Nazarova, uma artista russa que assistiu ao filme na época do lançamento na televisão soviética, resumiu seus sentimentos em relação ao longa. Ela diz que, assim como seus amigos, hoje ri da produção, mas pondera:

As pessoas passavam metade do ano sem salário. Com isso em mente, tenha piedade das pessoas que participaram e dê crédito a elas. Ninguém faria melhor naquelas circunstâncias.
Irina Nazarova, fada sensata

Arseny Bulakov, presidente da Sociedade Tolkien de São Petesburgo, por sua vez, disse em entrevista ao New York Times que o filme é um "artefato revelador" de sua era.

Ele lembra que, mesmo em tempos difíceis, fãs de Tolkien se reuniam para discutir suas obras e "reescrever poemas élficos à mão".

'Khranitel' foi filmado em tempos de pobreza, sem recursos de cenário, com figurino emprestado de conhecidos. Ao mesmo tempo, com grande respeito a Tolkien e amor ao seu trabalho.
Arseny Bulakov, presidente da Sociedade Tolkien