PUBLICIDADE
Topo

Regé-Jean Page diz 'sentir dor' com caso de racismo em Krypton

Regé-Jean Page, o "Duque de Hastings" em "Bridgerton" - Reprodução Instagram
Regé-Jean Page, o "Duque de Hastings" em "Bridgerton" Imagem: Reprodução Instagram

De Splash, em São Paulo

08/04/2021 10h02Atualizada em 08/04/2021 10h02

O ator Regé-Jean Page se manifestou sobre as alegações de que a DC barrou ele para ser o avô de Superman na série "Krypton".

Segundo reportagem do The Hollywood Reporter, Geoff Johns, que foi presidente da DC Entertainment entre 2010 e 2018, impediu os produtores de escalar Regé-Jean. O motivo? O fato do ator ser negro.

Pelo Twitter, o astro de "Bridgerton" disse que não dói menos agora, que os esclarecimentos tão doloridos como o episódio e que ele segue fazendo seus trabalhos.

Ouvir sobre essas conversas não dói menos agora do que naquela época. Os esclarecimentos quase doem mais, para ser sincero. Ainda estou apenas fazendo minhas coisas. Ainda fazemos o trabalho. Ainda voamos

Representantes de Johns responderam à acusação dizendo que o produtor achou, na época, que os fãs esperariam um ator "que se parecesse com um jovem Henry Cavill" no papel de Seg-El, que é branco.

Para a People, os representantes disseram que Regé-Jean nunca passou da primeira fase de testes para o elenco e que os atores foram escalados após "Liga da Justiça" e que o avó deveria se parecer com Henry Cavill e seu pai, interpretado por Russell Crowe.

"Isso está sendo distorcido para ser algo que não é e alguém lançando um nome por aí para ganhar as manchetes", alegou a defesa.