PUBLICIDADE
Topo

Estrela mirim de 'Escola do Rock' diz que fama causou vício em drogas

Quase 18 anos depois de atuar em "Escola do Rock", Rivkah Reyes relembrou sofrimento com sucesso do filme - Reprodução/Instagram
Quase 18 anos depois de atuar em "Escola do Rock", Rivkah Reyes relembrou sofrimento com sucesso do filme Imagem: Reprodução/Instagram

Colaboração para o Splash, em São Paulo

03/03/2021 10h23Atualizada em 03/03/2021 14h55

Rivkah Reyes ganhou fama em 2003, com apenas 10 anos, ao dar vida à baixista mirim Katie no clássico "Escola do Rock", estrelado por Jack Black.

Mas agora, aos 28, a ex-estrela afirma que o papel icônico levou ao bullying de outros colegas e ao vício em drogas, comparando sua história à de Britney Spears, que revelou seu histórico de problemas causados pela fama precoce no documentário "Framing Britney Spears".

Antes nomeado Rebecca Brown, Rivkah hoje usa pronomes de gênero neutro e afirma que, assim como a cantora, "se sentiu inseguro existindo" por causa de fãs obsessivos, lembrando o episódio em que um homem tentou tirar fotos suas enquanto ainda estava na sexta série.

Em entrevista ao The New York Post, a ex-estrela lamentou a sexualização precoce, contando que via adultos comentando em fóruns da internet sobre como não podiam "esperar até que tivesse 18 anos".

Rivkah ainda lembrou o assédio que sofreu de colegas no colégio.

"Especialmente após o término da produção, quando voltei para a escola, as pessoas eram muito legais ou realmente más. Não havia meio-termo", revelou. "Fui literalmente seguida pela escola por pessoas entoando 'Escola do Rock'".

Em um outro artigo, publicado no ano passado em sua página no site Medium, Rivkah detalhou que se convenceu de que precisava de outro papel de expressão para ser algo além de "a garota de 'Escola do Rock'", contando que ao falhar nesse plano acabou entrando em um mundo de vícios.

"Passei mais de uma década com medo de ter atingido o pico aos 10 anos", contou, dizendo ter usado drogas e praticado automutilação dos 14 aos 24 anos.

Apesar dos problemas causados pela fama, Rivkah afirmou que não se arrependeu do papel em "Escola do Rock".

"Não foi nada além de amor e apoio", disse sobre a experiência. "Nunca perdi a gratidão por isso, ou desejei não ter feito parte disso", completou.