PUBLICIDADE
Topo

Daniel Filho: 'Fico culpado até hoje pela cena da Deborah Secco de sutiã'

Colaboração para Splash, de São Paulo

30/01/2021 04h00

O elenco de "Confissões de Adolescente" cresceu junto com as personagens que elas interpretavam. E isso significou momentos difíceis. Uma das cenas mais clássicas do seriado, aquela em que Carol, vivida por Deborah Secco, experimentava um sutiã pela primeira vez, deixa Daniel Filho culpado até hoje.

Para rodar a cena com privacidade para Deborah, que tinha apenas 12 anos, ele montou uma verdadeira operação. Os detalhes o diretor contou no reencontro virtual promovido pelo programa "Oi, Sumido", aqui de Splash.

O estúdio ficou inteiramente vazio. Ficamos eu, a Deborah e a câmera. O que se vê? As costas da Deborah. Mas era perigoso, a gente tinha um cuidado com isso. E isso resultou nesse convívio, nesse respeito à idade, ao problema de cada um, a cada personalidade.

Daniel Filho

As outras atrizes também passaram por transformações e descobertas. Com 15 anos em 1994, quando o programa estreou, Daniele Valente lembra que não era vaidosa como sua personagem, Natália:

Aquela vaidade que a menina tem de se olhar no espelho, como está a bunda, eu só fui olhar depois de 'Confissões de Adolescente'. Caramba, eu nunca tinha olhado para a minha bunda no espelho!

Daniele Valente

O amadurecimento da atriz coincidiu com o perfil da personagem, toda menininha: "Eu estava começando a ficar mais feminina na época do 'Confissões' mesmo. Porque na escola eu era aquela que ia com a calça rasgada, não estava nem aí para roupas".

Daniele diz que seu jeito largado era mais parecido com o de Carol, interpretada por Deborah Secco.

O que é curioso, porque Deborah revela que se identificava mais com a feminilidade de Natália. Mas havia uma diferença de 3 anos entre as irmãs do seriado: Deborah tinha apenas 12.

Já a adolescente Bárbara se parecia muito com Georgiana Góes, ela admite:

A Bárbara era um pouco mais rock'n'roll, eu era mais bicho-grilo. Mas eu me identificava com a coisa dela meio preguiçosa e cheia de opiniões, com uma pegada meio política, uma revolta, que eu ainda tenho.

Georgiana Góes, sobre sua personagem

Veja a íntegra do 'Oi, Sumido: Confissões de Adolescente'