PUBLICIDADE
Topo

'Mulher-Maravilha 3' vai para onde? Os caminhos que Diana pode seguir agora

Para onde vai a Mulher-Maravilha no próximo filme?
Para onde vai a Mulher-Maravilha no próximo filme?
reprodução/Warner

Ana Carolina Silva

De Splash, em São Paulo

13/01/2021 04h00

"Mulher-Maravilha 1984" dividiu opiniões: só na equipe de Splash teve gente que amou e teve gente que odiou. Não estamos aqui para dizer quem tem razão, mas vamos levantar outro debate.

Afinal, para onde vai essa franquia?

Quais são os caminhos para o terceiro e último "Mulher-Maravilha", filme que já foi confirmado pela Warner?

Continua depois da publicidade
mulher maravilha - reprodução/Warner - reprodução/Warner
Imagem: reprodução/Warner

A Diana dos cinemas já esteve na 1ª Guerra Mundial e na década de 1980. É improvável que ela apareça em algum momento histórico entre esses dois —a não ser que a diretora Patty Jenkins abrace uma história de viagem no tempo para voltar à 2ª Guerra, por exemplo, para impedir Hitler e o Holocausto.

Outra possibilidade é colocar a Mulher-Maravilha nos tempos atuais, mas este pode ser um cenário arriscado em um planeta cada vez mais polarizado; imagine só se o filme escolhesse se meter em questões do mundo real? E criaturas vilanescas extraterrestres, como o Steppenwolf, andam manjadas demais.

mulher maravilha - Reprodução - Reprodução
A Mulher-Maravilha na Primeira Guerra Mundial
Imagem: Reprodução

Diana é imortal, então o futuro (nosso futuro) é um caminho a ser explorado.

A gente se inspirou na HQ "Dead Earth" ("Terra Morta") para imaginar um futuro pós-apocalíptico, cheio de destruição, no qual a heroína precisa levar os humanos sobreviventes para Themyscira, a ilha em que vivem as amazonas.

Continua depois da publicidade

Mas já sabemos que a humanidade nem sempre tem os melhores valores, o que obriga Diana a repensar se seu amor por nós (seres tão falhos) é saudável para suas irmãs amazonas. É uma jornada de autoconhecimento da Mulher-Maravilha, em um mundo devastado por perigos maiores do que ela.

diana themyscira 1 - reprodução/Warner - reprodução/Warner
Cena de "Mulher-Maravilha", filme de 2017
Imagem: reprodução/Warner

Uma boa trilogia precisa fechar algum ciclo de narrativa.

Desse jeito, Diana seguiria uma jornada completa:

  1. Crescer em Themyscira, conhecer a humanidade e se apaixonar por ela;
  2. Abrir mão de seus desejos egoístas pelo povo que aprendeu a amar;
  3. Voltar à sua terra-natal com os humanos e entender seu lugar.

É claro que bons vilões são necessários, mas o conflito interno de Diana seria outro grande adversário nesta trama.

A Mulher-Maravilha é quase sempre nobre e inclinada para as decisões moralmente corretas, mas o que ocorreria se ela precisasse fazer a difícil escolha entre a humanidade e suas irmãs?

diana themyscira 1 - reprodução/Warner - reprodução/Warner
Cena de "Mulher-Maravilha", filme de 2017
Imagem: reprodução/Warner
Continua depois da publicidade

De quebra, a DC evitaria de vez as ligações com o universo compartilhado que tentou criar com "Liga da Justiça" (que não deu certo). O próximo filme do Batman se aproxima, e será importante deixar claro que o Bruce Wayne de Robert Pattinson não terá relação com esta Diana de Gal Gadot.