PUBLICIDADE
Topo

Após polêmica em 2019, Porta dos Fundos lança cartaz e trailer de especial

"Teocracia em Vertigem" será lançado no canal do YouTube do Porta dos Fundos dia 10 de dezembro - Divulgação
"Teocracia em Vertigem" será lançado no canal do YouTube do Porta dos Fundos dia 10 de dezembro Imagem: Divulgação

Marina Marini

De Splash, em São Paulo

20/11/2020 11h00

Quase um ano depois de provocar a ira de grupos religiosos e conservadores com o lançamento do especial de Natal "A Primeira Tentação de Cristo", o Porta dos Fundos lançou hoje o cartaz e o trailer de sua nova produção: "Teocracia em Vertigem".

Destacando a polarização política do Brasil e do mundo, o especial deste ano será uma paródia de "Democracia em Vertigem", filme de Petra Costa indicado ao Oscar de Melhor Documentário de Longa-Metragem. A diretora, inclusive, disse que ficou feliz com a proposta.

Confira o trailer:

Já o cartaz mostra Jesus de costas e os demais personagens do filme segurando placas em manifestação. A imagem ainda traz citações reais ditas pelo Pastor Sargento Isidoro, por Flordelis e por Silas Malafaia sobre o especial de Natal de 2019.

cartaz - Divulgação - Divulgação
"Teocracia em Vertigem" será lançado no canal do YouTube do Porta dos Fundos dia 10 de dezembro
Imagem: Divulgação

Tivemos a ideia de fazer uma paródia de 'Democracia em Vertigem' justamente para falar da polarização que está acontecendo no Brasil e no mundo. Se hoje está todo mundo falando de posições políticas - por que não explorar isso também na época de Cristo? Contou Fábio Porchat, roteirista do projeto e sócio fundador do Porta dos Fundos

Afinal de contas, Jesus foi traído, julgado? Houve golpe, ou não houve golpe? É isso que a gente vai descobrir com os depoimentos daqueles que conviveram com ele, e também dos que se diziam os verdadeiros crentes. Na bíblia daquela época, Deus não tinha filho nenhum. Será que Jesus era?comunista? Completou

Além dos fundadores e dos atores fixos do grupo, o especial deste ano contará com participações especiais da própria Petra Costa, Clarice Falcão, Daniel Furlan, Emicida, Gabriel Louchard, Hélio de la Peña, Marcos Palmeira, Raphael Logam, Renato Góes, Teresa Cristina, Yuri Marçal, Marco Gonçalves, entre outros nomes.

Após desfazer sua parceria com a Netflix, o Porta dos Fundos decidiu fazer "Teocracia em Vertigem" de forma independente e lançar a produção em seu canal no YouTube, no dia 10 de dezembro.

Polêmica em 2019

No início de novembro, o STF (Supremo Tribunal Federal) definiu que o "Especial de Natal Porta dos Fundos: A Primeira Tentação de Cristo", feito pelo grupo em parceria com a Netflix, deveria continuar no ar. A decisão contrariou o parecer anterior do TJRJ (Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro), que havia pedido a retirada do programa da plataforma de streaming.

A obra de ficção humorística retrata Jesus como homossexual e foi alvo de críticas de setores religiosos da sociedade, que consideraram desonrosa a associação de Cristo com a comunidade LGBTQ+. O julgamento ocorreu a pedido da própria Netflix, que fez uma reclamação contra a tentativa de censura de seu especial.

Em seus votos, os ministros Gilmar Mendes, Edson Fachin, Cármen Lúcia e Ricardo Lewandowski consideraram procedente a reclamação da plataforma e concluíram que o conteúdo não deveria ser retirado.

Antes disso, no início deste ano, por decisão do desembargador Benedicto Acicair, do TJRJ, o especial teve sua exibição suspensa na Netflix — atendendo a uma ação movida pela Associação Centro Dom Bosco de Fé e Cultura. No entanto, graças a uma decisão do ministro Dias Toffoli, do STF, o conteúdo não chegou a sair do ar.

Além da tentativa de tirar o especial do ar, na véspera do Natal do ano passado, a sede do Porta dos Fundos foi alvo de um ataque. O prédio, que fica no Humaitá, bairro nobre na zona sul do Rio de Janeiro, foi atingido por dois coquetéis molotov. Em setembro deste ano, o suspeito do crime foi preso na Rússia.