PUBLICIDADE
Topo

Mauricio Stycer

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Presidente Bolsonaro recebe dono e CEO da CNN e dono da Jovem Pan

Renata Afonso, CEO da CNN Brasil - Kelly Queiroz/Divulgação
Renata Afonso, CEO da CNN Brasil Imagem: Kelly Queiroz/Divulgação
Mauricio Stycer

Mauricio Stycer é jornalista desde 1985. Repórter e crítico do UOL, colunista da Folha de S.Paulo, passou por Jornal do Brasil, Estadão, Folha, Lance!, Época, CartaCapital, Glamurama Editora e iG. É autor de "Topa Tudo por Dinheiro - As muitas faces do empresário Silvio Santos" (editora Todavia, 2018).

Colunista do UOL

27/05/2021 16h50

Nova CEO da CNN Brasil, a jornalista Renata Afonso foi recebida na quarta-feira (26) pelo presidente Jair Bolsonaro. Ela estava acompanhada do empresário Rubens Menin, dono do canal de notícias e também da MRV Engenharia e do Banco Inter.

Na agenda de Bolsonaro, consta que o encontro teve também a presença do ministro das Comunicações, Fabio Faria, do secretário especial do ministério, André de Sousa Costa, e de Antônio Augusto Amaral de Carvalho Filho, o Tutinha, proprietário da Jovem Pan.

Segundo Renata, Tutinha não participou da mesma reunião que os representantes da CNN. A Jovem Pan é aliada incondicional do governo, enquanto a CNN se declara independente.

A nova CEO da CNN tem tido encontros protocolares com representantes dos três poderes nas esferas federal e estadual. Já esteve com ministros do STF, presidentes de partidos, governadores e ministros, entre outros.

Em entrevista ao UOL, publicada nesta terça-feira, questionei Renata sobre a proximidade de Rubens Menin do governo Bolsonaro. Ela respondeu:

"Nós temos total liberdade editorial no canal. O Rubens é o dono da CNN Brasil, mas não tem influência sobre o editorial da CNN. É um homem admirável, de sucesso, a opinião dele obviamente tem que ser ouvida, como a de outros empresários, que se destacam nos seus ramos, mas não obrigatoriamente isso vai ser refletido na linha editorial da CNN".

Renata Afonso disse ainda: "Muita gente quer saber para onde vai a CNN. É incrível como as pessoas têm essa expectativa, o que não deveria ocorrer, porque a gente faz jornalismo e é imparcial. Está todo mundo esperando: 'A CNN vai cair pra que lado?' Eu sinto decepcioná-los: a CNN não vai cair para lado nenhum. Nem para o lado do governo, nem para a oposição."