PUBLICIDADE
Topo

Mauricio Stycer

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Audiência da final do Carioca foi a mais baixa dos últimos cinco anos

Gerson conduz a bola na primeira final do Carioca 2021, entre Flamengo e Fluminense - Alexandre Vidal / Flamengo
Gerson conduz a bola na primeira final do Carioca 2021, entre Flamengo e Fluminense Imagem: Alexandre Vidal / Flamengo
Mauricio Stycer

Mauricio Stycer é jornalista desde 1985. Repórter e crítico do UOL, colunista da Folha de S.Paulo, passou por Jornal do Brasil, Estadão, Folha, Lance!, Época, CartaCapital, Glamurama Editora e iG. É autor de "Topa Tudo por Dinheiro - As muitas faces do empresário Silvio Santos" (editora Todavia, 2018).

Colunista do UOL

16/05/2021 14h30Atualizada em 17/05/2021 13h10

Caso o Kantar Ibope confirme os dados prévios de audiência da transmissão do Fla-Flu na noite de sábado (15) pela Record, este será o primeiro jogo de final do Carioca com os números mais baixos nos últimos cinco anos, no Rio.

A transmissão da partida, que terminou empatada em 1 a 1, registrou média de 21,5 pontos, o que deixou a Record em primeiro lugar, dois décimos à frente da Globo, com 21,3. A mais baixa audiência antes dessa havia sido registrada em 2016 pela Globo: 24 pontos, alcançados com a transmissão de Vasco e Botafogo.

No ano passado, também um Fla-Flu, o primeiro jogo da final não teve transmissão pela TV aberta (foi exibido pela FluTV). Em 2019, Vasco e Flamengo deram à Globo 35 pontos. No ano anterior, a partida entre Botafogo e Vasco registrou 26 pontos. E em 2017, um Fla-Flu, marcou 34 pontos.

Em 2020, a segunda partida da final foi exibida pelo SBT, que registrou 28 pontos (numa quarta-feira à noite). A Globo ficou em segundo lugar com 27 pontos.