PUBLICIDADE
Topo

Mauricio Stycer

Eduardo Paes troca debate na CNN Brasil por live da Tia Surica na Portela

Tia Surica saúda o candidato Eduardo Paes durante o evento musical que festejou os 80 anos da matriarca da Portela - Reprodução
Tia Surica saúda o candidato Eduardo Paes durante o evento musical que festejou os 80 anos da matriarca da Portela Imagem: Reprodução
Mauricio Stycer

Mauricio Stycer é jornalista desde 1985. Repórter e crítico do UOL, colunista da Folha de S.Paulo, passou por Jornal do Brasil, Estadão, Folha, Lance!, Época, CartaCapital, Glamurama Editora e iG. É autor de "Topa Tudo por Dinheiro - As muitas faces do empresário Silvio Santos" (editora Todavia, 2018).

Colunista do UOL

17/11/2020 23h39

O candidato Eduardo Paes (DEM) frustrou a CNN Brasil ao não confirmar participação no debate que o canal de notícias programou para esta terça-feira (17). No horário, Paes prestigiou uma festa em homenagem aos 80 anos de Tia Surica, matriarca da Portela.

Paes está no segundo turno da disputa pela Prefeitura do Rio contra o atual prefeito, Marcelo Crivella (Republicanos). Em nota, a assessoria do candidato afirmou que ele nunca chegou a confirmar que iria ao encontro promovido pela CNN: "Por isso, lamentamos a precipitação da CNN ao anunciar a participação do Eduardo em um debate sem prévia autorização."

A assessoria de Paes informou que ele se comprometeu a participar de apenas dois debates, na Band e na Globo. Na segunda-feira (16), ele avisou que, apesar das muitas solicitações, não iria a nenhum outro evento deste tipo.

Em nota, o canal afirmou que a data do debate havia sido comunicada a todos os candidatos no início de outubro. Na ausência de Paes, a CNN Brasil promoveu uma entrevista de 30 minutos com Crivella. O atual prefeito do Rio chamou o adversário de "fujão".

"Com a ausência de um dos candidatos, o que estivesse presente seria questionado por 30 minutos. Conforme previsto nas regras, as mesmas seis perguntas realizadas ao candidato Marcelo Crivella seriam feitas, caso estivesse presente, ao candidato Eduardo Paes -- com o mesmo tempo para as respostas."

Recebido como "um grande portelense", Paes foi saudado por Tia Surica como "meu prefeito". Ele ouviu um pedido da sambista. "Você vai ser o nosso prefeito. Aquele (palavrão) não pode ganhar".

Paes ironizou a conhecida aversão do rival ao Carnaval: "Eu vim trazer um beijo do Crivella, ele pediu para eu vir aqui", disse.