PUBLICIDADE

Topo

Mundo Cômico: iPhone sem carregador diminui mesmo impacto ambiental?

Do UOL, em São Paulo

26/11/2020 04h01

A decisão da Apple de vender seus celulares sem carregador de bateria vai mesmo diminuir seu impacto ambiental no planeta? O "Mundo Cômico" desta quinta (26), apresentado pelos jornalistas da página Galãs Feios, fala da relação conturbada entre a produção de lixo eletrônico e a geração de lucro. Assista acima.

Desde outubro, a empresa da maçã passou a vender todos os seus aparelhos sem adaptador de tomada para carregamento, justificando que assim diminui o tamanho das embalagens e também o volume das cargas transportadas pelo mundo. Segundo os cálculos da Apple, isso é o mesmo que menos 450 mil carros nas ruas por ano.

Mas o anúncio causou polêmica: foi motivo de piada por parte das fabricantes concorrentes, como a Samsung e a Xiaomi, e o Procon-SP notificou a empresa em busca explicações sobre a retirada dos carregadores. Entre outros questionamentos, o órgão pergunta qual alternativa a Apple vai oferecer ao consumidor para carregar a bateria de um celular.

Agora, quem precisar de um novo carregador, pode comprar um por R$ 199 na loja oficial da empresa. "Mas se a ideia era mesmo reduzir o lixo eletrônico, por que não facilitar a vida do usuário e disponibilizar as entradas USB tipo C nos aparelhos, já que elas são populares em dispositivos de marcas como Samsung, Xiaomi e Motorola?", pergunta o apresentador Marco Bezzi.

Para seu colega Helder Maldonado, a decisão da fabricante do iPhone tem mais a ver com dinheiro. "Verdade seja dita: sou mais propenso a acreditar que a Apple simplesmente quis incentivar os consumidores a comprarem os carregadores e fones de forma separada."

Assista acima ao episódio completo do "Mundo Cômico" para entender mais do assunto.

Um universo de conteúdo para assistir do seu jeito.

O Conto de Aia
Flack
Acende a Luz
De Férias com o Ex - Brasil
Schitts Creek
The Office
Patrulha Canina
Inimigos da HP