PUBLICIDADE
Topo

Alemanha fecha suas fronteiras para Brasil e mais 4 países afetados pela covid-19

Alemanha fecha suas fronteiras com Brasil e mais 4 países afetados pela Covid-19 - Adam Berry/Getty Images
Alemanha fecha suas fronteiras com Brasil e mais 4 países afetados pela Covid-19 Imagem: Adam Berry/Getty Images

29/01/2021 15h17Atualizada em 29/01/2021 17h58

A Alemanha vai proibir a partir de sábado (30) a entrada em seu território por terra, mar e ar de pessoas de cinco países fortemente afetados pelas várias variantes do covid-19, entre eles o Brasil, disse o governo alemão nesta sexta-feira (29).

Esta decisão, válida até 17 de fevereiro neste primeiro momento, diz respeito ao Reino Unido, Irlanda, Brasil, Portugal e África do Sul e visa "proteger a população alemã", afirmou o ministério da Saúde Alemão em documento obtido pela agência AFP.

"O objetivo desse regulamento é limitar a disseminação de novas variantes do vírus", explica o Ministério da Saúde da Alemanha.

Essas restrições incluirão, no entanto, várias exceções, em particular para alemães que residam nesses países, e cidadãos desses países que residam na Alemanha, passageiros em trânsito ou movimentação de mercadorias, de acordo com este documento.

O governo alemão impôs essa proibição de entrada por sua própria iniciativa, independentemente de seus parceiros do bloco europeu, que não chegaram a um acordo sobre uma abordagem uniforme do assunto.

Já quinta-feira, o ministro do Interior alemão, Horst Seehofer, havia indicado que queria reduzir a "quase nada" o tráfego aéreo internacional para seu território em face da continuação da pandemia, como já fez Israel. Entre as exceções para entrar na Alemanha estão também os transportes por motivos médicos.

Por vários meses, a entrada na Alemanha se tornou cada vez mais complicada para cerca de 160 países ao redor do mundo, em particular com a obrigação de apresentar um teste negativo de menos de 48 horas antes ou logo após a chegada, seguido por "uma quarentena de 10 dias".

Na maioria dos casos, no entanto, isso pode ser reduzido cinco dias após um segundo teste negativo.

Para os países mais afetados pela pandemia, especialmente aqueles onde diferentes variantes do vírus estão em circulação, as pessoas foram obrigadas a apresentar um teste negativo antes de entrar na Alemanha, causando, por exemplo, grandes engarrafamentos no início da semana com a fronteira tcheca.

Com informações da AFP