PUBLICIDADE
Topo

Fitônias: versáteis, plantas são fáceis de cuidar e ideais para decorar

Fitônias (Fittonia albivenis) são fáceis de cuidar e aparecem em diversas cores - Getty Images/iStockphoto
Fitônias (Fittonia albivenis) são fáceis de cuidar e aparecem em diversas cores
Imagem: Getty Images/iStockphoto

Silvia Montico

Colaboração para Nossa

15/05/2021 04h00

Se você gosta de passear por floriculturas, mercados e gardens por aí, com certeza já se deparou com a beleza das Fitônias (Fittonia albivenis), uma planta rasteira, de folhagem colorida e bastante variada. Mas, como cuidar dessa planta que rouba a atenção de quem passa por ela?

Segundo André Arozio, arquiteto e paisagista, e Flávio Henrique Sant'Ana, biólogo paisagista, as fitônias são de fácil cultivo e muito indicadas para quem quer começar a ter plantas em casa.

"Visitamos um produtor de fitônias em Holambra (SP) e encontramos uma variedade de mais de 15 cores e formas diferentes dessas plantas. Mas, apesar das cores serem muito diferentes umas das outras, os cuidados com elas são os mesmos", explica André, que, ao lado de Flávio, conduz o perfil @amora.mjardins no Instagram e no YouTube.

Fitônias (Fittonia albivenis)  - Getty Images/iStockphoto - Getty Images/iStockphoto
Fitônias (Fittonia albivenis)
Imagem: Getty Images/iStockphoto

Entenda a necessidade das plantas

Segundo eles, manter as fitônias bonitas em casa é muito simples, desde que o olhar esteja treinado para saber as suas necessidades.

Moramos em um país com um clima que varia de região para região, e a fitônia é uma planta que gosta de muita umidade, mas alto lá! Umidade não significa um solo encharcado. Ele deve ser bem drenado para que nas regas a água passe pelo substrato com facilidade e saia neste mesmo fluxo", completa Flávio.

O solo encharcado pode ser até um grande problema, trazendo pragas ou até mesmo o apodrecimento das raízes, correndo o risco de perder a planta.

Os especialistas orientam que as regas podem ser feitas sempre que o substrato estiver mais seco ou quando o vaso estiver muito leve. "Esses são um dos sinais que a planta precisa de uma nova rega. Outro sinal é quando suas folhas estiverem murchas", comenta André.

Fitônias de Holambra - Arquivo pessoal - Arquivo pessoal
Fitônias de Holambra
Imagem: Arquivo pessoal

Regas de emergência

Quem sai de viagem e deixa as plantas mais tempo do que o normal sem água não precisa se desesperar, pois é possível fazer uma rega de emergência. "É só pegar o seu vasinho, deixar o fundo submerso em uma bacia com água em torno de 20 a 30 minutos, tempo necessário para que o substrato e raízes consigam absorver a água e assim hidratar sua planta novamente", afirma André.

Ainda sobre as regas, é possível molhar as folhas das fitônias, pois elas adoram essa umidade.

Por isso ela é tão queridinha dos terraristas, por se adaptarem muito bem nesses ambientes úmidos e abafados que os terrários proporcionam", explica Flávio.

Onde colocar o vaso

Os paisagistas explicam que, como as fitônias encontradas hoje no mercado são produzidas em estufas (ambiente que as protegem do sol, da chuva, vento e muitos outros fatores), o ideal é tentar recriar essas condições favoráveis em casa.

Elas precisam ficar em um local bem iluminado, arejado e longe do sol", comenta Flávio.

A escolha do vaso também é muito importante, pois o material pode interferir nos cuidados com as fitônias. "Os vasos de plástico conseguem manter a umidade no substrato durante mais tempo, já os vasos de barro por serem porosos, fazem com que a água evapore com mais facilidade, necessitando de regas mais frequentes", avalia.

Fitônias (Fittonia albivenis)  - Getty Images/iStockphoto - Getty Images/iStockphoto
Fitônias em vaso
Imagem: Getty Images/iStockphoto

Como decorar com fitônias

Por não ser uma planta tóxica para animais e crianças, há um leque de possibilidades para usar as fitônias na decoração.

"As fitônias são plantas maravilhosas e se dão bem em áreas internas e externas, sendo um curinga para composições lindas em arranjos de mesa com outras plantas", diz André.

Além disso, elas também podem ser usadas sozinhas em um cachepô ou até mesmo em composições com outras fitônias de cores variadas", acrescenta.

Flávio no produtor de fitônias em Holambra - Arquivo pessoal - Arquivo pessoal
Flávio no produtor de fitônias em Holambra
Imagem: Arquivo pessoal
Fitônias de Holambra - Arquivo pessoal - Arquivo pessoal
Fitônias de Holambra
Imagem: Arquivo pessoal

Nas áreas externas para o compor o paisagismo, devem seguir as mesmas orientações de cultivo escolhendo áreas sombreadas. Mas um alerta dos especialistas:

Áreas sombreadas não significa breu. O local ideal para compor um projeto de paisagismo usando as fitônias é aquele onde a luz do sol é filtrada pela sombra das árvores, mantendo-o bem iluminado", afirma Flávio.

Além disso, ele orienta que na hora de fazer uma composição é muito importante calcular a área pelo diâmetro da cuia da muda, uma vez que as fitônias não são plantas que se ramificam. "As mudas são reproduzidas por estacas (pedacinhos da planta mãe) que em menos de três semanas apresentam sinais de brotação".