PUBLICIDADE
Topo

Podcast

Posse de Bola

Programa semanal de futebol com Juca Kfouri, Mauro Cezar Pereira, Arnaldo Ribeiro e Eduardo Tironi


Posse de Bola #29: "Se Fla entrar no buraco, será por conjunto de bobagens"

Mais Posse de Bola
1 | 25
Siga o UOL Esporte no

Do UOL, em São Paulo

20/04/2020 20h09

No podcast Posse de Bola #29, os jornalistas Arnaldo Ribeiro, Eduardo Tironi, Juca Kfouri e Mauro Cezar Pereira analisam a situação financeira do Flamengo, que revelou na última semana ter obtido um empréstimo de R$ 40 milhões. Estaria o clube rubro-negro com problemas? E como ficaria então a situação de rivais endividados no momento em que não se arrecada devido à paralisação do futebol durante a pandemia do novo coronavírus?

Mauro Cezar Pereira aponta que não é novidade a tomada de empréstimo pelo Flamengo e que isso não representa um problema financeiro do clube e sim uma manobra para evitar pendências no futuro.

"Não é isso que vai fazer o Flamengo quebrar, é evidente que não é um empréstimo desse. Se o Flamengo entrar no buraco, vai ser por um conjunto de bobagens que terão que ser feitas, não por isso. E todos os demais que estão numa situação ruim adorariam ia ao banco e falar 'me empresta com juros baixos essa grana para eu poder acertar minha vida'. Isso é uma ignorância, achar que por um empréstimo de R$ 40 milhões, o Flamengo vai se encalacrar", afirma Mauro.

O jornalista explica que o empréstimo representa um percentual muito baixo em relação ao faturamento que o atual campeão brasileiro teve na última temporada e que os R$ 40 milhões servem para evitar atraso de salário e pagamentos pela contratação de jogadores, como o zagueiro Léo Pereira, que chegou do Athletico-PR.

"O Flamengo pegou R$ 40 milhões emprestado e esse valor, se você pegar o faturamento do ano passado, foi de mais de R$ 900 milhões. Se esse faturamento cair pela metade, vai cair mas acho que não tanto assim, mas se cair pela metade, ainda assim não dá nem 10%", afirma Mauro Cezar.

"E isso é um valor que você vai pagar a perder de vista. O que acontece? O clube tem que capitalizar para não ficar devendo o Léo Pereira, para não ficar devendo o salário, ou seja, ele tem que ter liquidez, então ele busca o dinheiro, vai pagar juros menores do que pagaria se ficasse atrasando tudo", completa.

Além da situação do Flamengo, o episódio também aborda a situação do Palmeiras e clubes em condições financeiras estáveis como Bahia e Grêmio. Tem ainda a consulta a Mano Menezes por dirigentes do Corinthians para o lugar de Tiago Nunes, que segue no clube, uma comparação de Raí como jogador que levou o São Paulo ao primeiro título mundial e sua fase como dirigente e atos questionáveis pelos torcedores. As reprises de jogos antigos da seleção brasileira também são discutidas, inclusive o próximo jogo a ser exibido, a final da Copa do Mundo de 1994.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter). A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts.

Você pode ouvir o Posse de Bola em seu tocador favorito, quando quiser e na hora que quiser. O Posse de Bola está disponível no Spotify e na Apple Podcasts, no Google Podcasts e no Castbox . Basta buscar o nome do programa e dar play no episódio desejado. No caso do Posse de Bola, é possível ainda ouvir via página oficial do UOL e YouTube do UOL. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.