PUBLICIDADE
Topo

Podcast

Posse de Bola

Programa semanal de futebol com Juca Kfouri, Mauro Cezar Pereira, Arnaldo Ribeiro e Eduardo Tironi


Posse de Bola #20: O patamar do Flamengo e impressões do clássico paulista

Do UOL, em São Paulo

17/02/2020 12h35

No podcast Posse de Bola #20, os jornalistas Arnaldo Ribeiro, Eduardo Tironi, Juca Kfouri e Mauro Cezar Pereira analisaram o patamar do Flamengo, que conquistou mais um título sob o comando do português Jorge Jesus na Supercopa do Brasil, na mesma semana em que declarações do técnico foram questionadas.

O Flamengo derrotou o Athletico-PR por 3 a 0 no estádio Mané Garrincha para conquistar a Supercopa do Brasil, primeira edição da competição entre os campeões do Campeonato Brasileiro e da Copa do Brasil desde 1991. Em campo, o domínio foi total do clube carioca, e seu outro patamar foi abordado no primeiro bloco do podcast.

Para Juca Kfouri, a intensidade do futebol apresentado pelo Flamengo é comparável apenas à praticada por clubes europeus e não mais aos que atuam no Brasil.

"O Flamengo num sol de lascar, às 11h da manhã, jogando 30 minutos de uma intensidade que você só vê no futebol europeu. Você vê no futebol alemão, você vê no futebol inglês. Não tem nenhum outro time no futebol brasileiro que jogue alguma coisa parecida com a intensidade do Flamengo. Junte essa intensidade ao talento dos jogadores do Flamengo, o que é admirável ,que no Brasil um treinador esteja conseguindo extrair de jogadores talentosos a abnegação que o Flamengo demonstra, e pronto", afirma Juca.

"Em meia hora, 2 a 0, acabou o Athletico-PR. Aí você diz: 'bom, agora o Flamengo vai descansar'. Porque eu iria descansar, eu já estava cansado de ver os caras. E o Flamengo volta para o segundo tempo com a faca entre os dentes até fazer 3 a 0", completa.

Arnaldo Ribeiro também segue a linha de pensamento e vê poucas semelhanças do futebol do time de Jorge Jesus com os outros do país na atualidade.

"A gente consegue enxergar mais semelhanças com times internacionais jogando do que com o nosso futebol. Além da diferença da categoria dos jogadores, é uma diferença de futebol implementado", analisa Arnaldo.

O episódio também debate no segundo bloco o clássico disputado no sábado entre São Paulo e Corinthians, com empate em 0 a 0, defesas salvadoras dos goleiros Cássio e Tiago Volpi, além das reclamações pela arbitragem com um pênalti não marcado a favor do clube do Morumbi. A virada do Palmeiras e a sequência de atuações do time de Luxemburgo e sua declaração sobre estar preparado para a seleção brasileira também são repercutidas.

E no terceiro bloco, a vitória do Grêmio de Renato Gaúcho com gol de Diego Souza sobre o Internacional de Eduardo Coudet, além da situação do Atlético-MG com o técnico venezuelano Dudamel enfrentando turbulências.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter). A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts.

Você pode ouvir o Posse de Bola em seu tocador favorito, quando quiser e na hora que quiser. O Posse de Bola está disponível no Spotify e na Apple Podcasts, no Google Podcasts e no Castbox . Basta buscar o nome do programa e dar play no episódio desejado. No caso do Posse de Bola, é possível ainda ouvir via página oficial do UOL e YouTube do UOL. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.