PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

Hamilton não descarta correr por Ferrari um dia, mas se diz leal à Mercedes

Marco Canoniero/LightRocket via Getty Images
Imagem: Marco Canoniero/LightRocket via Getty Images

em Monza (Itália)

05/09/2019 16h34

Lewis Hamilton enfatizou sua lealdade à Mercedes hoje (5), mas cogitou a possibilidade de um dia correr pela glamorosa equipe de Fórmula 1 da Ferrari se as circunstâncias mudarem.

O pentacampeão mundial tem contrato com sua equipe até o final da próxima temporada, quando a modalidade deve passar por uma revolução nas regras.

"Não sei se é questão de ficar tentado, acho que é só questão de ser ou não uma parte do plano geral", disse ele aos repórteres no Grande Prêmio da Itália, sede da Ferrari, quando indagado sobre uma futura mudança.

"Sinceramente, quando você é parte da Mercedes, é parte de uma família por toda uma vida, contanto que continue com eles, obviamente", acrescentou o britânico.

"Você tem Stirling Moss, (o falecido argentino Juan Manuel) Fangio ainda é homenageado dentro da família, e você é parte da história, e eles cuidam de você pelo resto de sua vida. Isso é importante para mim. A lealdade é uma parte muito, muito essencial."

"Mas se chegar um ponto da minha vida em que decida que quero mudar, isso poderia ser uma opção em potencial. Mas não sei se é no momento."

O piloto de 34 anos venceu em Monza no ano passado, mesmo com a Ferrari dominando a primeira fileira nos treinos classificatórios, e foi vaiado quando subiu ao pódio.

A Ferrari triunfou em Monza pela última vez em 2010 com Fernando Alonso.

Hamilton chega ao final de semana com uma vantagem de 65 pontos sobre o colega de equipe finlandês Valtteri Bottas, com oito corridas ainda por disputar.

Fórmula 1