PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Ultras do Monaco criticam Mbappé e valores pagos no mercado de transferências

22/08/2017 12h01

Paris, 22 ago (EFE).- Um grupo de ultras do Monaco divulgaram comunicado nesta terça-feira, em que criticam o meia-atacante francês Kylian Mbappé, que estaria exigindo, pelo menos, 7 milhões de euros (R$ 26 milhões) em salários, para seguir no clube do Principado.

"Acreditamos no futebol popular, assim como em valores como amor à camisa e respeito para toda vida com o clube que o formou. Não podemos aceitar que um dos nossos jogadores se permita agir assim, pedindo tais valores, sem ter demonstrado nada em dezenas de jogos", aponta a torcida organizada.

O grupo de ultras ainda atacou as elevadas quantias gastas no mercado de transferências, diante da notícia de que o Paris Saint-Germain quer aceita pagar 180 milhões de euros (R$ 668,4 milhões) ao Monaco por Mbappé.

"Nenhum, jogador vale tantos milhões de euros", aponta o texto.

De acordo com o jornal francês "L'Équipe", os representantes do jovem meia-atacante, de 18 anos, e a diretoria do PSG já alcançaram um acordo, em que o jogador receberá 18 milhões de euros (R$ 66,8 milhões) brutos, nas próximas cinco temporadas.

Esporte