PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Argentina e Uruguai reafirmam vontade de sediar juntos a Copa de 2030

24/10/2016 19h51

Buenos Aires, 24 out (EFE).- Os presidentes de Argentina, Mauricio Macri, e Uruguai, Tabaré Vázquez, reafirmaram nesta segunda-feira em Buenos Aires que seus países trabalharão na candidatura conjunta para sediar a Copa do Mundo de 2030, quando se completarão 100 anos desde a primeira edição do torneio, disputada em solo uruguaio.

Em entrevista coletiva após abordarem diversos assuntos em reunião, os dois presidentes voltaram a declarar o que já tinham dito em seu primeiro encontro do ano, em janeiro, no Uruguai.

"Reiteramos que vamos trabalhar em conjunto para tentar organizar a Copa do Mundo de 2030 no Uruguai e na Argentina", afirmou o presidente argentino.

Antes, Vázquez, ao se referir à histórica fraternidade entre os povos argentino e uruguaio, excetuou a concorrência no caso do futebol, com "diferenças muito claras" em nível internacional.

"Estou falando por exemplo de (Lionel) Messi e de (Luis) Suárez", disse o Presidente.

Entre risos, Macri mencionou a atual situação da seleção argentina, que ocupa a quinta posição das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2018, posto que dá direito à briga na repescagem.

"Isso inclui que, se nos faltar algum ponto para classificar para 2018, Suárez vai chutar para fora, não?", brincou Macri.

"Temos o mais amplo espírito retribuidor. Porque é bom ter memória", concluiu Vázquez.

Esporte