PUBLICIDADE
Topo

Esporte

McGregor crava que é apenas questão de tempo para integrar 'Hall da Fama' do UFC

Ag. Fight

05/07/2022 17h02

Um dos maiores nomes da história do MMA, Conor McGregor não luta desde julho de 2021, mas, ao que parece, está motivado a ampliar seu legado no esporte. O ex-campeão do UFC foi derrotado por Dustin Poirier, saiu lesionado do octógono, porém permaneceu atento ao cenário da modalidade. E tudo indica que a cerimônia de introdução dos novos membros do 'Hall da Fama' do Ultimate, realizada na última quinta-feira (30), em Las Vegas (EUA), mexeu com 'Notorious'.

No evento, Daniel Cormier e Khabib Nurmagomedov, ícones do MMA, passaram a integrar o 'Hall da Fama' do UFC. Como soube da conquista do rival russo, McGregor expressou o desejo de se juntar ao seleto grupo de profissionais. Em suas redes sociais (veja abaixo ou clique aqui), o ex-campeão do peso-pena (66 kg) e do peso-leve (70 kg) cravou ser apenas uma questão de tempo para ter seu nome oficialmente imortalizado na história da companhia.

Ciente de sua importância para a empresa e para o MMA, McGregor frisa que possui feitos suficientes para atingir tal patamar. Mesmo assim, 'Notorious' não reclama por estar fora do 'Hall da Fama' do UFC. Com fome de luta, o astro irlandês assegura que vai conquistar a vaga junto da elite a partir do momento de retornar à ação, que deve acontecer na reta final de 2022 ou no início da próxima temporada. Vale destacar que Conor foi o primeiro lutador a ter dois títulos simultaneamente na organização.

"Ansioso para a minha própria entrada no Hall da Fama. Meio caminho andado. Primeiro de tudo, todos os recordes. Nocaute mais rápido, maior quantidade de knockdowns, nocautes em mais divisões, finanças. Você nomeia. No entanto, não estou com pressa. Ainda estou dentro para arrebentar narizes e deixar os adversários inconscientes", escreveu o ex-campeão do UFC em sua conta oficial no 'Twitter'.

Conor McGregor, de 33 anos, vive má fase no MMA, mas segue como principal nome do UFC. Dois anos após sua estreia na organização, o astro irlandês se transformou em um fenômeno do esporte e conquistou o cinturão do peso-pena e do peso-leve. Mesmo com duas derrotas seguidas, 'Notorious' está confiante de que vai dar a volta por cima na modalidade. Seus triunfos mais marcantes foram contra Chad Mendes, Donald Cerrone, Dustin Poirier, Eddie Alvarez, José Aldo, Max Holloway e Nate Diaz. O atleta possui um cartel composto por 22 vitórias, sendo 20 pela via rápida e 19 delas por nocaute, e seis derrotas.

Looking forward to my own hall of fame entry all the same, I'm a shoe in. First of everything. All the records. KO speed. Knockdown amount. KO's most divisions. Financials. You name it. No rush tho I'm still in to bust noses open and put opps unconscious. A real goer.

- Conor McGregor (@TheNotoriousMMA) July 5, 2022

Esporte