PUBLICIDADE
Topo

Esporte

'Wagnão' Gomes derrota veterano Maiquel Falcão no SFT 9

Ag. Fight

23/01/2019 07h00

'Wagnão' Gomes conquistou uma das vitórias mais importantes de sua carreira no último sábado (19), quando derrotou Maiquel Falcão no SFT 9, realizado em São Paulo. O ex-integrante da terceira edição do programa 'The Ultimate Fighter Brasil' derrotou o veterano por decisão dividida, em uma luta em peso combinado de 88 kg.

O mineiro começou superior, viu Maiquel retomar o controle das ações, mas, com o avançar dos rounds, mostrou um condicionamento melhor. Falcão, que teve passagens por UFC, Bellator, KSW e Fight Nights Global, não apresentou a forma física do passado e amargou a terceira derrota consecutiva.

"Treinei demais para essa luta, perdi Natal e Ano Novo por ela. Vim muito focado e não enxergava outro resultado, se não a minha vitória. Estou muito feliz e já me coloco à disposição do evento para novos desafios", disse 'Wagnão'.

No combate coprincipal, Estabili Amato manteve a sua invencibilidade ao derrotar Diogines 'Overeem' por nocaute. O atleta de apenas 19 anos acertou um soco giratório no oponente e terminou o combate com golpes no chão. O card principal do evento teve ainda uma luta feminina, vencida por Fernanda Barbosa. A paulista dominou Paty Borges desde o princípio do duelo, tendo sido declarada vencedora em uma decisão sem espaço para questionamentos.

Outra atração do evento foi o desafio de submission entre Alireza Noei e Gesias Cavalcante. Depois de sete minutos de luta, os árbitros laterais decretaram a vitória do iraniano, tetracampeão de luta olímpica em seu país. Os dois farão uma revanche, agora no MMA, na próxima edição do SFT. Será a primeira edição internacional do show, que ainda não tem data definida, mas acontecerá em Miami (EUA).

Confira os resultados completos do SFT 9:

Card profissional

Wagnão Gomes venceu Maiquel Falcão por decisão dividida dos árbitros
Estabili Amato venceu Diogines Overeem por nocaute técnico aos 4min11s do segundo round
Wanderley Mexicano venceu André Mustang por nocaute técnico aos 1min21s do primeiro round
Fernanda Barbosa venceu Paty Borges por decisão unânime dos árbitros
Robson Negão venceu Ewerton Ferreira por finalização (guilhotina) aos 2min07s do primeiro round
Leonardo Buakaw venceu Isaías Simões por finalização (guilhotina) aos 4min33s do primeiro round
Alexandre Sagat venceu Edvaldo Gameth por decisão unânime dos árbitros
Daniel Ungido venceu Leandro Compri por finalização (triângulo) aos 2min21s do segundo round
João Sorriso venceu Edson Junior por finalização (mata-leão) aos 3min17s do terceiro round
Yoel Jimenez venceu Guilherme Senegal por nocaute técnico aos 4min30s do primeiro round
Jean Matsumoto venceu Fábio Perpetua por nocaute técnico aos 4min09s do terceiro round

Card amador

Helio Nunes venceu Tiago Dentinho por finalização (guilhotina) aos 01m49s do segundo round
Adriano Cabeça venceu Wanderson Santos por decisão unânime dos árbitros
Gabriela Vitória venceu Sthefanie Lopes por finalização (armlock) aos 01m57s do terceiro round
Emanuel Souza venceu Richard Martins por decisão unânime dos árbitros

Desafio de submission: Brasil x Irã

Alireza Noei venceu Gesias Cavalcante por decisão dos árbitros

Esporte