PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Comissão segue 'padrão WADA' e realiza testes em Ortiz e Liddell fora do período de competição

Ag. Fight

19/09/2018 14h13

Tito Ortiz e Chuck Liddell se enfrentarão pela terceira vez no dia 24 de novembro, na Califórnia (EUA), mas os veteranos terão que se enquadrar nas normas atuais que regem as grandes competições de MMA. O evento promovido pela Golden Boy Promotions, empresa do ex-campeão de boxe Oscar De La Hoya, seguirá o padrão imposto pela Comissão Atlética do Estado da Califórnia (CSAC), que segue as diretrizes da Agência Mundial Antidoping (WADA) em seus exames. Tal empresa é a mesma que regula os Jogos Olímpicos e, portanto, tem por característica a rigidez com as regras preestabelecidas.

Deste modo, os lutadores deverão ser aprovados nos testes realizados, inclusive fora do período de competição, ocasião que corresponde aos três meses que antecedem o combate. De acordo com Andy Foster, diretor-executivo da CSAC, em entrevista ao site 'MMA Fighting', os primeiros exames já foram coletados e mais amostras ainda serão solicitadas antes da luta. O funcionário argumenta que tal procedimento segue o padrão realizado nas outras grandes organizações de MMA.

Foster lembra ainda que Liddell não luta desde 2010, quando se retirou do octógono após derrota para Rich Franklin. O 'Iceman' se aposentou após perder cinco de seus últimos seis combates no Ultimate, mas nunca foi derrotado por Ortiz. Ex-campeão da categoria dos meio-pesados (93 kg) do UFC, ele venceu os dois confrontos que fez contra o compatriota, nos anos de 2004 e 2006, encerrados após nocaute e nocaute técnico, repectivamente.

"Assim como devem haver testes antidoping em qualquer luta de alto nível, haverá para esta. Chuck Liddell não luta há algum tempo e não fez parte de nenhum programa de testes antidoping recentemente, até onde eu sei. Queremos garantir que os fãs estejam recebendo uma disputa limpa e justa", explicou o diretor-executivo da comissão atlética.

Aos 48 anos, Liddell acumulou 21 vitórias e oito derrotas ao longo da carreira profissional. Já o seu próximo oponente, Tito Ortiz, possui 19 triunfos, 12 derrotas e um empate em seu cartel no MMA. O combate entre eles está escalado para ser o evento principal do show de estreia da Golden Boy Promotions, tradicional promotora de boxe, nas artes marciais mistas.

Esporte